quarta-feira, 2 de maio de 2012

Qual é?

-------------

Faço esta pergunta ao judiciário paraense: Qual é a dos senhores com o jornalista Lúcio Flávio Pinto?
O que o cidadão Lúcio Flávio Pinto fez ao judiciário paraense para merecer tal perseguição. Qual é?
Eu, como cidadã e cientista política, cheguei a uma conclusão: Vossas senhorias estão trabalhando pelos interesses de alguns em contraposição aos interesses de muitos. Estamos diante de uma oligarquização das decisões de alguns dos  magistrados paraenses na tentativa de calar o trabalho do nobre jornalista Lúcio Flávio Pinto.
Vou deixar o link para o blog do Hiroshi Bogéa;  gostaria que os leitores do Flanar dessem uma lida no caso, e que pudéssemos discutir  uma saída para defender  Lúcio Flávio Pinto da sanha do judiciário paraense.

----------------------------------

2 comentários:

Ana Cleide Moreira disse...

Puxa Marize nesta terra já se persegue gente de bem!

Marise Rocha Morbach disse...

Ana,
E do bem? aí é que se persegue mesmo.
Nem quero imaginar o que seriam dos 3 mil e poucos leitores do Jornal Pessoal sem a coragem e a seriedade de Lúcio Flávio Pinto - Eu me incluo entre eles - Um jornalista que agrega discussões à Esfera pública paraense, que levanta problemas, que investiga os fatos. Ora bolas, isso só pode ser entendido como perseguição ao Lúcio Flávio Pinto, pois ele não deixou de responder a nenhum dos processos movidos contra ele. E apresenta as provas de sua defesa e dos fatos que descreve. Como podemos entender isso então?