sábado, 30 de setembro de 2006

Choque em pleno ar

Ainda chocado, não consigo imaginar nada para publicar hoje no blog. O acidente com o avião da Gol com destino a Brasília me deixou absolutamente mobilizado, torcendo para que as famílias destes 155 seres humanos encontrem logo as respostas para sua angústia.
E nós cidadãos amazônidas, usuários destas linhas aéreas, agora ainda mais restritos a elas em função da desativação local dos vôos da Varig, estaremos a espera de uma explicação oficial para o inimaginável. Como 2 aviões novos e modernos equipados com sofisticados sistemas de alarme anti-colisão encontram-se em pleno ar em altitude de cruzeiro? E a orientação das torres de controle, responsáveis em última análise pela atribuição de altitudes e rotas diferentes a cada aeronave?

2 comentários:

marisanblog disse...

É verdade Barreto.

Ficam no ar estas perguntas, juntamente com a dor dessas famílias. Estou muito triste com este acontecimento, essa tragédia. Fiz um post em meu blog me solidarizando com as famílias das vítimas.

Ademais, não tenho mais palavras a dizer diante dessa grande tristeza que assola o nosso país.

Mari

Flanar disse...

É. E minhas suspeitas acabaram se confirmando. Nenhum sobrevivente. Puxa Vida! Quanta dor a tanta gente ao mesmo tempo.