segunda-feira, 13 de novembro de 2006

Gafe

O R70 hoje comete uma rápida gafe em relação ao médico-cirurgião-vascular-mestre-em-letras-poeta Aristóteles Guilliod de Miranda.
Não sobre os méritos do colega, sabidamente um excelente escritor e poeta.
Mas sobre a especialidade.

Academia

O poeta Aristóteles Miranda, que na semana passada lançou mais um livro de poemas, começou a sonhar com a Academia Paraense de Letras (APL). A primeira estratégia é entregar a cada eleitor-imortal um exemplar de seu belo livro de versos e anunciar que é candidato, numa próxima eleição. Há muito tempo que um poeta do nível de Aristóteles, que é neurocirurgião graduado e mestre em Letras, não tenta uma vaga na APL.

Ari é cirurgião vascular. E bem que merece a indicação à APL.

4 comentários:

Anônimo disse...

Pois é, li a notícia com preocupação. Ou tem intenção de queimar o postulante, ou o próprio se apressou em fazer notícia aquilo que, nesse momento, requer discreção. Ao menos assim manda o figurino nessas instituições culturais.

Flanar disse...

Bem lembrado, anônimo. Em qualquer uma das hipóteses, uma lástima que comprometa o legítimo merecimento do postulante.

Ari disse...

De que adiantam estas discussões se os amigos não prestigia(ra)m o lançamento do livro?

Flanar disse...

Ops! O Ari tem razão. O Oliver nem poderia estar presente porque não está residindo em Belém. Mas eu poderia ter ido. E não fui porque ainda sou médico. E surpreendido por um plantão não previsto, acabei indo cumprir a obrigação com a roupa que estava para ir ao lançamento.
Mas os elogios perduram.
E o pedido de desculpas está valendo.