segunda-feira, 29 de outubro de 2007

Ubuntu 7.10 na SEDUC



No Repórter Diário de hoje, a novidade que pode ser comemorada pela comunidade de software livre. A Secretaria Estadual de Educação vai substituir em seus PCs o Windows pela última versão de Ubuntu Linux. Com isso, espera-se, venha a economizar uns bons trocados para investir em outras ações de governo, além de permanecer inteiramente legal quanto ao sistema operacional instalado em seus computadores. Os custos que provavelmente deverão permanecer são os referentes a suporte técnico, treinamento e talvez, desenvolvimento de aplicativos específicos. Possivelmente os novos custos, não chegariam aos pés da legalização de milhares de licenças para Windows, entre outros custos embutidos no uso da plataforma . Com toda a certeza também, algumas máquinas continuarão rodando o sistema operacional da empresa de Seattle.
Afinal, uma coisa é uma coisa. Outra coisa é outra coisa.
Vamos acompanhar de pertinho este processo.
Torcemos para que tudo ocorra de maneira simples e legal.
E aguardemos os comentários sempre informativos de ASF@Web. Vou contar os segundos: 10,20,30...

A Seduc vai deixar o Windows. A mudança já começou a ser planejada. Vai começar Diretoria de Tecnologia (Ditec). O novo sistema operacional é o Ubuntu 7.10, baseado no Linux e distribuído gratuitamente em todo o mundo. (Repórter Diário, 29 de Outubro de 2007).

6 comentários:

Cris Moreno disse...

Bom dia, Flanar.

E o governo começa a ser governo. Tudo tem seu tempo e sua hora.
Notícias boas nos blogs. Amém.
Também estou louca para ler o Antonio.

Beijinhos.

Flanar disse...

Aguarde. Vc o verá num piscar de olhos...
rsssss...

ASF disse...

Olá,

A SEDUC vem trabalhando a sério no processo de migração de seu parque tecnológico para uma plataforma baseada em software livre desde o início deste ano de 2007, na atual administração do Secretário Prof. Mário Cardoso.

O processo começou com a instituição de um Comitê Interno de Migração do qual fazem parte os diversos setores que compõem a Secretaria, e também técnicos de outros órgãos da administração estadual. Além de especialistas convidados, ligados aos diversos projetos mantidos pela comunidade do software livre nacional.

Eu por exemplo tenho a honra de participar representando regionalmente o Projeto UBUNTU Brasil.

O papel do 'Comitê de Migração' é o de acompanhar e dar suporte as ações empreendidas pela DITEC (Diretoria de TIC) do órgão, relacionadas ao software livre. Trata-se de um modelo comprovadamente bem sucedido e inspirado no processo de migração adotado pelo Sepro em nível nacional. O Serpro inclusive participa do Comitê da SEDUC-PA.

Descendo mais ao nível de detalhe posso informá-los de existem ações ligadas as áreas de formação, restruturação do datacenter da instituição, reorganização funcional da própria DITEC, além do resgate e reformulação de alguns projetos (com potencial não realizado) herdados da administração anterior.

Posso citar também alguns exemplos de uso do software livre hoje na SEDUC:

Adoção do Ubuntu como sistema operacional para estações de trabalho (migração em curso – DITEC está 100% migrada);
Adoção do GNU/Linux (Ubuntu e Debian) para os servidores que compõem o datacenter da SEDUC (~97% já operando com GNU/Linux, os 3% restantes estarão migrados até o final deste ano);
Adoção do software livre já com enorme sucesso (maior agilidade/produtividade, baixo custo e possibilidade de implementar o modelo do software público – o software produzido poderá ser aplicado em outras instâncias da administração pública sem os custos de licenciamento) no desenvolvimento de sistemas internos que inclusive possibilitarão um melhor acompanhamento dos processos administrativos na Secretaria (choque de qualidade na gestão) – projeto SIIG, dentre outros;
Adoção do software livre como instrumento de inclusão digital e apoio ao ensino através do uso nos laboratórios das escolas (Projeto Boto SET/Linux) e da aderência aos projetos desenvolvidos pelo governo federal;
E por último, mas de forma alguma menos importante, a inclusão do estado no Projeto UCA ('Um Computador Por Aluno', baseado no Laptop XO criado pelo MIT).

Aqui cabe ressaltar que originalmente o Pará não seria contemplado pelo projeto não fosse o esforço empreendido pela atual administração da SEDUC.

Dá para ver que muito já foi feito somente neste ano de 2007, e sem qualquer alarde! ;-)

Antes de finalizar eu gostaria de deixar claro que estas informações são baseadas em minhas impressões e experiências pessoais durante o convívio com a equipe da DITEC (SEDUC).

Portanto são da minha inteira responsabilidade e não representam compromissos ou informações oficiais de nenhuma forma.

ASF
http://antoniofonseca.wordpress.com

Flanar disse...

Viram?

Cris Moreno disse...

Legal. Parabéns, Antonio.

Beijinhos.

rildo disse...

eta trabalho paidegua.
valeu