segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

Mosqueiro chuvoso: ótimo!

Aqui, um singelo relatório fotográfico deste fim-de-semana em Mosqueiro.
Um fim-de-semana quase inteirinho de chuva. No sábado, quando chegamos, ainda encontramos a ilha ensolarada e com vento forte.
Os açaizeiros estavam assolados pelo vento fortíssimo.


Que os deixava assim...

Mas à noite, o vento úmido e frio, avisava que a madrugada não seria fácil. Dava para vestir um moleton e ficar no terraço, tomando vinhos, comendo queijos e jogando conversa fora (conversa se joga fora??).
Ao final da sessão de "esquenta corpo", uma bela noite de sonho, embalada pelo ruído da chuva no telhado.
Pela manhã, um dia inteiramente cinza. A chuva se intercalava: ora forte, ora fraquinha. Mas sempre chovendo. Umidade e vento mantidas, mesmo ao meio dia.
Mas a florzinha azul, que só se abre pela manhã bem cedo, fechando-se novamente por volta de 11 horas, nos mostrou suas pétalas molhadas.


E ficou assim.

A roseira não se fez de rogada, e fez abrir um belo botão "novinho da silva". Peguei o guarda-chuva, e fui lá fotografar e conferir seu perfume característico.


E assim, ela se mostrou em toda sua juventude.

Meu quintal deve ter uns 70 metros de fundo. Lá temos 3 taperebazeiros muito antigos, que lá já estavam, mesmo antes da construção da casa. Temos também 2 jaqueiras, um ingá-cipó, um abiuzeiro, uma goiabeira, 2 mangueiras e muitas bananeiras.
Além disso, cuidamos de um belo par de pimenteiras.


E a pimenteira estava assim. Bem brasileira.

E assim é esta magnífica ilha. As flores e os frutos, parecem nem se incomodar com as estações.
E a chuva? Bem. Quem liga para ela?

OBS: Todas as imagens tem versões em 640 x 480. Para vê-las, clique com o botão direito do mouse sobre elas. No menu de contexto, clique em Abrir em nova aba.

6 comentários:

Francisco Rocha Junior disse...

Mais um show, hein, Barretto? Da natureza e do fotógrafo!

Flanar disse...

Principalmente da natureza, FRJ. O resto, são exercícios de tentativa e erro.
Rssss...

Mari disse...

Belíssimas fotografias, especialmente dessa pimenteira. Nossa! abre um apetite...

Bjs

Flanar disse...

Tirei 2 delas para botar em meu molho do camarão, Mari.
Bom ver vc por aqui de volta.
Bjs

paulinho klautau disse...

Tanto quanto a natureza e as fotos, o texto está saboroso. Dá vontade de se mudar pro Mosqueiro...
abração

Flanar disse...

Este é um velho sonho que acalento, Paulinho. Quem sabe um dia, quando os filhos estiverem maiores e a saúde permitir...
Neste caso, viria passar as férias de Julho, Janeiro, Carnaval e feriados em Belém.
;-)
Obrigado pela sua visita.