sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Por um fio de cabelo


Nicolau Copérnico (Imagens: Wikipedia)


Enterrado no século 14 na Catedral de Frombork (Polônia), o grande padre/astrônomo Nicolau Copérnico - baluarte da teoria do heliocentrismo - parece não ter merecido a identificação correta da lápide onde respousavam seus restos mortais. Sabe lá, se por algum estratagema de Galileu, o fato é que em meio a muitos outros, tinha-se um esqueleto candidato e algumas evidências baseadas em "retratos" existentes de Copérnico.
Por conta disto, um longo período de investigações em cima deste esqueleto, reconstruções faciais forenses, estudos antropológicos, etc, ainda não tinham contribuído para desfazer de maneira definitiva as dúvidas sobre a autenticidade de seus restos mortais.
Mas esta semana, a questão parece ter chegado ao fim.


Catedral de Frombork, Polônia (Imagem: Wikipedia)

A CNN divulgou hoje que cientistas conseguiram uma prova conclusiva de que o esqueleto é mesmo de Copérnico. Utilizando testes de DNA, os cientistas afirmam que amostras de um dente e um fêmur são rigorosamente compatíveis com um fio de cabelo (na verdade, dois) encontrado em um dos livros que pertenceram ao astrônomo (guardado na Universidade de Upsala, Suécia).

Possíveis lições desta história:
  • Cuide direitinho da identificação de sua lápide
  • Não se preocupe com queda de cabelos. Aliás, deixe-os caírem livremente em cima dos livros
  • Leia!

2 comentários:

morenocris disse...

Barreto, retirei o vídeo e encaixou a lateral...era isso. perdoa-me, sim? caramba, toda vez digo-me que não vou importurnar-te...e pimba, lá estou cá.

Beijos.

Carlos Barretto disse...

É isso aí, Cris. Anote e monte sua knowledge base de conhecimentos quando se lida coma opção layout do Blogger.
Tudo o que se faz lá, pode trazer efeitos colaterais indesejáveis, se for feito sem conhecimento.
Um deles, diz que a coluna lateral direita do blog, só aceita imagens, vídeos, aplicativos que NUNCA ultrapassem a largura de 220 pixels. Sempre que ultrapassado este limite, o que vai acontecer é precisamente isso que vc experimentou. Essa largura máxima, vale para imagens e pode estar explicitamente declarado em alguns widgets (dentro do código de scripts) que colocamos por lá.

Bjs