domingo, 21 de dezembro de 2008

BALANÇO CIENTÍFICO 2008 E PROFECIAS PARA 2009

CÉLULA iPS (foto: http://www.scienceprogress.org/)
Uma vez encerrada a temporada 2008 de publicações científicas, a revista americana Science fez o tão esperado inventário do que realmente mereceu destaque no cenário das ciências.

E o aprimoramento do uso das chamadas células iPS (induced pluripotent stem) indiscutivelmente foi merecedor de todas as honras.

A transformação de células adultas em células-tronco versáteis através da reprogramação genética pode revelar-se uma poderosa ferramenta para estudar e tratar doenças como diabetes, distrofia muscular e Parkinson.

E melhor, evitando o controverso uso de embriões humanos em pesquisas.

Ainda segundo a Science, os outros temas destacados foram o aumento da velocidade na tecnologia para sequenciar DNA e a genética do câncer (onde foi feita a única menção ao Brasil).

A astronomia não foi esquecida, e as imagens obtidas de planetas fora do sistema solar (já são mais de 300 os ditos exoplanetas) podem corroborar a existência de novas formas de vida, cuja identificação pode ocorrer já nas próximas décadas.

A Science destaca ainda as áreas que merecerão atenção especial em 2009: genômica vegetal, acidificação dos oceanos, neurociência, clima mundial, matéria escura e especiação.

Já a britânica Nature elegeu o cientista Lyn Evans como a personalidade do ano. Evans administra o LHC (Large Hadron Collider), gigantesco acelerador de partículas localizado entre a Suiça e a França. O dispositivo inaugurado em setembro logo apresentou "malfunction" e encontra-se em plena fase de reparo, devendo funcionar em breve. A máquina multibilionária de empurrar prótons quase à velocidade da luz pode ajudar a confirmar teorias e a realizar descobertas na física de partículas.

O destaque negativo fica com a suspeita de suborno no prêmio Nobel.

O escândalo, ainda sob investigação, envolve viagens realizadas por três jurados à China, em 2006 e 2008. O grupo fez excursões com todas as despesas bancadas por autoridades chinesas, e teria como objetivo real mostrar aos chineses como é o processo de seleção do prêmio, explicando o que é preciso atingir para obtê-lo. A última vez que a China ganhou um prêmio Nobel de ciência foi em 1957 (física).

A Academia Real de Ciências da Suécia, que define os prêmios de física, química e economia, reconheceu as condições "inapropriadas" da viagem.

Caso sejam condenados, os acusados deverão pagar multas e cumprir pena de até 2 anos de prisão.

Para o ano de 2009 recomendo a todos manter total atenção ao trabalho do grupo do Laboratório de Neurociência Computacional ATR, de Kyoto, Japão.

Suas pesquisas, comandadas por Yukiyasu Kamitami, já conseguiram decodificar a visão de uma pessoa examinando o seu cérebro através de Ressonância Magnética Funcional, e têm sido publicadas nas revistas Neuron e New Scientist. O aprimoramento pode vir a permitir a reconstrução de uma imagem a partir da análise dos sinais cerebrais.

A nova tecnologia pode vir a ser capaz de registrar sonhos, e, apesar de embrionária, já esbarra no debate sobre a ética e a privacidade, uma vez que o programa literalmente lê pensamentos.

Se esta profecia não se aplica ainda ao ano de 2009, o que dizer de 2019, 2029, 2039?...

2 comentários:

Carlos Barretto disse...

Uma geringonça para ler pensamentos!!!???
Putz! Estamos fritos meu amigo.

:-)

Scylla Lage Neto disse...

E pelo andar das coisas logo logo haverá um modelo miniaturizado. Algo como i-mind...