quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Uma Questão de Esclarecimento

Tem um cidadão que vem nos criticando pelo espaço que alguns flanares deram a blogueira Franssinete Florenzano, a propósito do frege estabelecido na blogosfera, depois que a governadora Ana Júlia Carepa convidou blogueiros para tomar um cafezinho. Alega nosso visitante que a jornalista seria de direita, posição que a incompatibilizaria para receber maiores atenções no Flanar, e mais especialmente porque André Nunes, em outro comentário publicado, deu a Florenzano o título de musa. Nada demais, para quem de fato, se não inspirou, ao menos levantou a bola da reação a uma série de ofensas publicadas contra aqueles que participaram do referido encontro com a governadora do Pará.
Cabe porém um esclarecimento ao equívoco de avaliação do anônimo, tão zeloso quanto a nossa pureza ideológica, em risco iminente de ser maculada pela proximidade com esta formosa dama ...
Em primeiro lugar, este blogue não é, nem será um blogue de esquerda. Nunca foi esta a proposta, resumida em nosso banner, em que asseguramos nosso propósito de respeito à diversidade de opiniões. Dialogamos com todos, independente de estarem à direita, à esquerda, no centro ou em qualquer outra combinação possível relacionada as três primeiras posições políticas.
Mas há uma regra pétrea, ainda não escrita, que é tácita entre aqueles que editam o blogue: não será concedida tolerância a quem desrespeita o limite saudável do debate das idéias, seja quem for. Enquanto forem respeitosos, todos os que aqui chegarem receberão de nós a acolhida de cavalheiros.

11 comentários:

O mesmo anônimo disse...

Caro Itajaí, leio o Flanar sempre que posso. E se há algo que que acho espetacular nele é justamente a diversidade de opinião.
Diversidade esta muito fácil de ser identificada, no que diz respeito a "direta, centro, esquerda".
Itajaí: esquerda
Barretto: idem
Yúdice: Centro
Francisco: Social-Democrata
Val-André: Direita (com alguns pensamentos à esquerda)

Amiga Frassinete: Direita.

É simples. O que há de ofensa nisso? Não sei porque tanta confusão... Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que se é, não?

Abraços fraternos!
Não me queiram mal.
Sou um leitor do bem. Só falei uma verdade. E num espaço que respeita a diversidade de opnião, não é?

Yúdice Andrade disse...

Itajaí, meu amigo, peço desculpas por ter autorizado este comentário. Eu estava no automático e acabei agindo sem pensar.
Mas já que estamos aqui, aproveito para externar o meu horror ante à classificação feita pelo anônimo insistente, que apontou minha posição política como sendo de se "centro".
"Centro", para mim, é desculpa de direitista, da classe média que tanto critico. Estou arrasado. Preciso melhorar a qualidade das minhas postagens doravante.

Carlos Barretto disse...

Calma rapazes!
Afinal, eu e o Itajaí somos os guerrilheiros aqui. Nós saberemos pegar em armas e subir a Serra dos Carajás.
Ahahahahahahah!

. disse...

Cara, isso tá hilário!! rsrsrsrs
Rapazes, desculpem por rir de algo aparentemente sério, mas é que tá engraçado. E mais engraçado é o "desespero" do Yúdice de levar a fama de "Centro".
Yúdice, eu não te acho "centro". Tá, minha opinião nem conta tanto assim, mas já uma opinião, né?

Fique bem!
E tô louca para apertar a Júlia no sábado!

Lafayette disse...

Quando chamarem um zapatista com farcsista, favor me ligarem.

Itajaí de Albuquerque disse...

Caro anônimo, creio que ficou bem claro que este blogue tem por princípio o respeito à diversidade de opiniões.
E veja, anônimo,como são ingratas essas questões de rótulo disto ou daquilo: você me rotula como de esquerda, mas saiba que os meus amigos à esquerda me acusam de ser apenas um pequeno burguês radical!
Rsrsrsrsrs.
Obrigado por dividir conosco suas impressões sobre o blogue.

Francisco Rocha Junior disse...

Égua, anônimo, social-democrata? Vou começar a ficar preocupado, que nem o Yúdice!
Deixa só o "democrata" que está bom - sem alusões, pelo amor de Deus!!!, ao partido brasileiro.

Itajaí de Albuquerque disse...

A Júlia é uma graça de menina, e já estava presente, ainda verdinha, em nosso primeiro encontro, lá na Estação das Docas.

Lafayette Nunes disse...

Tem espaço aí para anarquista-liberal-socialista? Imperialista?

Pô, tempo bom era no império. Todos lords!

Yúdice Andrade disse...

Tua opinião conta tanto, Waleiska, que até já relaxei um pouco!

É, Itajaí, a Júlia é mil vezes mais baladeira que o pai.
(Tomara que só por enquanto...)

Anônimo disse...

Se precisarem de um ambidestro centrado, me avisem.