sábado, 28 de março de 2009

Pequeno Guia Histórico das Livrarias Brasileiras

Se há livro que gosto de ler é aquele que aborda o mundo dos livros. É dessa natureza o Pequeno Guia Histórico das Livrarias Brasileiras*, escrito pelo carioca Ubiratan N. Machado. O autor pretendeu dar ao leitor um quadro panorâmico sobre um dos elementos da cadeia produtiva do livro - as livrarias existentes entre nós desde os tempos dos jesuítas. E reconhece que foi quase completo na síntese original que alcançou para descrever seu objeto de estudo. Logo, de menor o Guia Histórico não tem nada.
Contudo, no Pará, por exemplo, aqui foram elencadas as livrarias Universal Tavares Cardoso, Dom Quixote e Jinkings, que, a despeito de serem representativas, também expressam o viés de memória dos colaboradores do autor no estado, que foram o filósofo Benedito Nunes e a livreira Isa Jinkings. Assim não é exagero reclamar da falta de ao menos três sem as quais não se pode resumir a história das livrarias paraenses: a Livraria Econômica de Eduardo Failache, o Dudú, a Martins e a Nossa Livraria de Belém.
Quem sabe numa próxima edição as encontremos, resgatadas do esquecimento. Em havendo essa oportunidade, recomendo ao autor do Pequeno Guia que amplie seus colaboradores locais, assim como usufrua de consulta imprescindível a Pequena História de uma Biblioteca Particular (CEJUP, 1989) do professor Eidorfe Moreira.
*Ateliê Editorial, 2009. 259 pgs.

2 comentários:

Gil disse...

Gostaria de saber se nesse livro é abordado algo sobre a livraria kosmos e o Sr. joão R.Machado, que foi seu dirigente creio que a partir da década de 50. Obrigado.

Itajaí de Albuquerque disse...

Gil,
O livro aborda a Livraria Kosmos, fundada no Rio de Janeiro em 35 pelos austríacos Geyerhahn e Eichner. Destaca como gerente a Sra. Margarete, que hoje é uma das proprietárias da Livraria Rio Antigo, também especializada em raros e esgotados.
Obrigado pela visita e comentário.