sexta-feira, 31 de julho de 2009

"One of those days"

Ontem, após sair de um plantão "daqueles", onde vivenciei o que um amigo médico americano definia, bem humorado, como "one of those days", inesperadamente, resolvi dar uma emendada para a Taberna São Jorge. E acabei por fazer uma coisa, que há cerca de 18 anos não fazia. E até por isso mesmo, nem imaginava que pudesse ainda fazer. O que era para ser talvez uma espécie de happy hour, (muito embora eu tenha partido meio over intencionado, no bom sentido, é claro) terminou por volta das 6 da manhã. Em outras palavras, acabei por vivenciar "one of those nights".

E tudo isso, acordando agora há pouco, sem medo, sem ressaca, sem culpa, sem absolutamente nada de negativo, completamente recuperado. É bem verdade, que ao menos 2 pessoas me telefonaram para saber se ainda estava vivo. Pois aviso que estou bem vivo. Vivinho da Silva, diga-se. Mais vivo do que antes. Muito mais.

Tudo perfeito! Som, comida, bebida, pessoas bonitas, inteligentes, alegres, dispostas tão somente a um sublime objetivo: diversão pura, quase infantil. Enfim, ontem vivi, como há tempos não vivia.

E este, é um post de agradecimento. De retorno justo e merecido, a tão boa acolhida. Alguns talvez nem entendam. Talvez não compreendam a razão que move um sujeito a agradecer por uma boa noite, por boa companhia, por solidariedade, por amizade e carinho. Mas hoje, mais do que nunca, penso que devíamos é agradecer todas as manhãs por momentos iguais a este. São sublimes. São brilhantes. São indispensáveis.

E com isso, trago para mim o entendimento de que estes momentos jamais deveriam ter sido quase que enterrados ao longo de 18 anos. Jamais. Mas de qualquer modo, foi por uma boa causa. Mas esta, mesmo que boa, não deveria ter nunca propiciado o apagamento desta velha chama. Esta nunca deveria ter se fechado em copas. Mas foi assim. Paciência. Torço para que ainda me reste um bom tempo para repetir muitas e muitas vezes estes encontros e reencontros.

E hoje, acordo para a sexta-feira renovado. Uma nova pessoa nasceu ontem dentro de mim. E tudo, acontecendo de maneira natural e não planejada. O que dá um gostinho especial. Muito especial.

Só lamento, definitivamente, uma coisa nesta sexta: estar de plantão por 24 horas no sábado, possivelmente para viver mais "one of those days". E aí, não poderei repetir o feito agora à noite. Hoje, no máximo, quem sabe um bom cineminha, um jantarzinho besta, uma conversinha boa. Mas não me faltarão outros momentos. Estou aí! De volta a vida, com a primavera entre os dentes.

Obrigado à todos! Só a vocês, que lá comigo estiveram, e aos que torcem pelos bons frutos de uma nova vida. Finalmente!

8 comentários:

. disse...

Muito bem, Dr.!!!!
Seja bem-vindo ao lado de cá do clube da gargalhada.
Muitas ainda virão.
Tenha certeza!

Carlos Barretto disse...

Tenho certeza, sim, querida.
Absoluta!

Val-André Mutran disse...

Mas quando já, que perderia a oportunidade de fazer um comentário neste, que é o melhor post do ano?!
Carlos Barretto pra começo de conversa.
Você sabe qual é a diferença do jornalista e do médico?
Nem esquente. Vou te poupar disso.
A diferença é o tamanho do happy hour.
Você sabe qual é a diferença dos contadores, engenheiros e contabilistas?
O cliente, o terreno e o calendário!!!
Hehehhehhe!
Do muito (pouco) que te conheço, só sei de uma coisa:
- Somos e fazemos questão de ser os mais autênticos, educados, atenciosos e boas praças, na Praça onde atuamos.
- Sem afetação, sem boçalidade. Sempre a postos para ajudar, quem quer que seja.
A vida, sempre digo e repito aqui, inspirado por esse post que nosso amigo Juca adoraria. É feita de oportunidade e escolhas. Todo o resto vem a reboque.
Repita sempre a dose irmão e mano véio!
Você que luta para salvar vidas.
Eu, tentando salvar reputações.
Grande abraço.

P.S.: Desnecessário dizer onde tomaremos um pilequinho básico para comemorar "one of those days" to remember "one of those nights" no Círio?
Right?

Carlos Barretto disse...

Este é, sem a menor dúvida, o comentário do ano, Val-André. Feito por vc. Tinha que ser vc, não é verdade, amigo.
Done!
Nos encontramos no Círio sim. Após agradecer nossa mãezinha pela proteção, vamos à parte profana "of all that nights".

Abs

Val-André Mutran disse...

Oh Yeah!
Mas, como nem tudo é perfeito. Onde lê-se:
- Você sabe qual é a diferença dos contadores, engenheiros e contabilistas?
O correto é:
- Você sabe qual é a diferença dos advogados, engenheiros e contabilistas?
Correção feita.

Val-André Mutran disse...

A resposta correta é a docomentário.

Lafayette disse...

Me chamaram?

Barreto, vi teu post "Agora na Taberna São Jorge" no celular, estava jantando num restaruante.

Deu uma vontade louca de ir, mas estava exausto, sem tomar banho. Comentei de lá, clicando em "anônimo" e assinando (de celular, só assim passa).

A vida se renova na estação. Tem, gente que chega e quer ficar... tem gente a sorrir e a chorar... chegar e partir são dois lados da mesma moeda.

Abraço.

Carlos Barretto disse...

Vi teu comentário e aprovei de lá mesmo.
A lembrança de Milton Nascimento é absolutamente perfeita.

Abs