quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Fascismo à Brasileira

Do blogue do jornalista Luis Nassif, hoje:

Há tempos alerto para a campanha de ódio que o pacto mídia-FHC estava plantando no jogo político brasileiro.

O momento é dos mais delicados. O país passa por profundos processos de transformação, com a entrada de milhões de pessoas no mercado de consumo e político. Pela primeira vez na história, abre-se espaço para um mercado de consumo de massa capaz de lançar o país na primeira divisão da economia mundial

Esses movimentos foram essenciais na construção de outras nações, mas sempre vieram acompanhados de tensões, conflitos, entre os que emergem buscando espaço, e os já estabelecidos impondo resistências.

Em outros países, essas tensões descambaram para guerras, como a da Secessão norte-americana, ou para movimentos totalitários, como o fascismo nos anos 20 na Europa.

@@@@@@@@@@@@@@@@@@@

Não podemos deixar de apontar que o post O Ovo da Serpente: Carta de um Professor, publicado logo mais abaixo, vai ao encontro da análise de Nassif.

2 comentários:

Anônimo disse...

- bocejo -

Isso aqui não é o Equador, isso aqui não é a Bolívia, isso aqui não é a Venezuela.

Esse estória não cola por aqui. Ninguém está pregando o ódio, ou será que uma disputa nas urnas é algo errado?

Itajaí de Albuquerque  disse...

Sonny boy, aqui não é lugar de bocejar e ficar nos alugando com tolices.Procura o que fazer.