domingo, 6 de maio de 2012

Gastronomia: o paradigma da paella














Talvez por Belém ser uma cidade quase sem espanhóis, raramente temos a oportunidade de degustar um boa paella (um dos meus pratos favoritos) na sombra das mangueiras.
Pois ontem, em São Paulo, tive a oportunidade de conhecer um restaurante pequeno, escondido no bairro do Ipiranga, que destronou os até então imbatíveis Don Curro e Los Molinos, como a melhor paella paulistana: o Paellas Peppe.
Peppe, aliás, José Gutierrez Espin, trouxe a receita secular da Espanha e por décadas preparou o prato valenciano exclusivamente para a família. Após a sua morte, seu genro Emílio abriu o restaurante, atando-se de forma rígida ao princípio "o homem cozinha e mulher ajuda".
Hoje sob o comando do neto Mário, o Paellas Peppe abre apenas de sexta a domingo com vasto cardápio da culinária espanhola.
Não tenho como descrever a levíssima paella lá servida, mas posso tentar resumir em uma só palavra: pecaminosa!
E, indo à Sampa, recomendo que não percam a oportunidade de pecar.

8 comentários:

Prof. Alan disse...

Fui dar uma assuntada no site, e vi que os preços dos vinhos estão bem honestos. Não sei o tamanho dos pratos, mas achei os preços razoáveis. Excelente indicação!

Scylla Lage Neto disse...

Prof. Alan, três pessoas comendo paella à vontade, mais sangria ou um vinho razoável, com sobremesa, dá uma conta de umas 300 pratas.
O que, convenhamos, para SP é um bom número.
Abraços.

Prof. Alan disse...

É, está bom mesmo, e não só pra SP: aqui em Brasília se eu for comer paella em um restaurante, com um vinho, posso me preparar pra esses 300 reais só para o casal.

Por isso que eu prefiro preparar a dita cuja em casa, sai a menos de 200 reais uma paella que dá ora cinco pessoas com folga!

Scylla Lage Neto disse...

Eu infelizmente não sei preparar e nem a minha patroa.
Aliás, a paella DEVE ser preparada por homens, segundo a tradição.
Abs.

Prof. Alan disse...

Scylla, se eu te disse que é fácil, você acredita? Não tem mistério, ainda mais pra nós, paraenses, acostumados a lidar com camarões e mexilhões desde cedo. Vou selecionar uns vídeos do Youtube, com espanhois ensinando a preparar, e mando à noite.

Scylla Lage Neto disse...

Valeu, Alan!
Aguardarei os links.
Abs.

Prof. Alan disse...

Eis aí, Scylla:

http://youtu.be/wuMsnd3PvQA
(Uma receita bem básica de paella marinera, muito fácil de fazer)

http://youtu.be/5os1UKfrF5M
(Esta é um pouco mais elaborada, ensina até a cuidar de lagostas!)

Scylla Lage Neto disse...

Alan, obrigado pelas dicas.
Vou começar em breve pela básica, de modo bem tímido, e te manterei informado dos resultados.
Um abraço.