sábado, 19 de maio de 2012

Ladrões!

Você aí que mora em Marabá, em Santarém, em Parauapebas, em Mosqueiro, em Ananindeua, em Belém, em Rurópolis, em Bragança, em Juruti.....Você mesmo! Você sabia que foi roubada do Pará, da Praça da República, em Belém, esta estátua aí, que é de 1897. Ela foi roubada da praça que você vem conhecer quando visita a capital do Pará. Pois é, estão roubando o nosso patrimônio na maior cara de pau! Vá lá ver!?! É inacreditável! O que estão fazendo com a gente?!?

----------------

_______________________________

6 comentários:

Ana Cleide Moreira disse...

Marise
Boa questão esta: 'o que estão fazendo com a gente'.
Penso que uma das respostas está na cortina de fumaça que tentam lançar sobre a Comissão da Verdade. É que neste país, ainda em 2012, parte das elites governantes burras, ainda são os mesmos que deram o golpe militar ou dele participaram a seguir, abrigados nos partidos: “Arena”, que depois chamou-se “PFL” e atualmente “DEM”, mas também hoje estão em outros tantos de diferentes nomeações...
Na Folha de São Paulo de hoje, domingo, 20 de maio 12, Frei Betto disse o que faltava ser dito sobre a Comissão da Verdade:
“Não houve ‘dois lados’. Houve o golpe de Estado perpetrado por militares e a derrubada de um governo constitucional e democraticamente eleito. A ditadura implantada cassou e caçou partidos e políticos, e criou um aparelho repressivo (o ‘monstro’, segundo o general Golbery) que instalou centros de tortura mantido com recursos públicos e privados. O aparelho repressivo, em nome da ‘segurança nacional’, prendeu, seviciou, assassinou, exilou, baniu e fez desaparecer os que ousaram combater a ditadura e também inúmeras pessoas que jamais se envolveram com a resistência organizada, como o ex-deputado Rubens Paiva, o jormalista Vladimir Herzog e o padre Antonio Henrique Pereira Neto. Cabe à comissão elucidar a morte das vítimas da ditadura, o que ocorreu aos desaparecidos e quem são os responsáveis por tais atrocidades”.
Segundo ainda Frei Betto “convocar como suspeitos aqueles a quem o Brasil deve, hoje, o resgate da democracia e do Estado de Direito, equivaleria a imputar à Resistência Francesa crimes contra a ocupação nazista de Paris ou convocar os judeus como réus no Tribunal de Nuremberg”.
Reposta a verdade, portanto, quem tiver informações a dar a Comissão da Verdade que as forneça, ela deve estar aberta para investigar os torturadores e seus superiores hierárquicos, que ainda vivem à luz do dia circulando no país, enquanto nós, cidadãos brasileiros e os familiares de suas vítimas aguardam que a história seja contada sobre as ilegalidades da ditadura militar!
Resta, portanto, o retorno completo à democracia, com os ditadores e seus puxa-sacos na cadeia. São os mesmos que se mantém, ainda hoje, roubando as estátuas de nossas praças e, a inocência de nossas crianças com seus abusos.

Marise Rocha Morbach disse...

É vero!

Scylla Lage Neto disse...

Marise, como eu estava viajando, acabei ficando meio off (ou off e meio!).
O roubo ocorreu recentemente?

Pedro do Fusca disse...

Marise, escutei em um programa policial, daqueles que é só sangue, que a Prefeitura retirou esta estatua para reparos. Devemos ficar alertos com o falso "Doto" para ele não levar para o seu hotel ou sua residencia esta estatua.

Marise Rocha Morbach disse...

Pedro se isso for verdade é ainda mais grave. Vá lá e veja como a estátua foi retirada. Depois, essa situação está sendo comentada no Facebook e nas demais redes sociais e não vi nenhum comunicado público sobre isso.

Lafayette Nunes disse...

Foi retirada para reparos igual os coretos da Praça de Nazaré (CAN)!