quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

As maravilhas no Google Art Project

Salão do Moma com Noite Estrelada de Van Gogh
Visitar os mais importantes museus de arte do mundo sem sair da cadeira, não é exatamente o mais recomendável. Melhor mesmo é ter orçamento para fazê-lo em modo real, pernando saudavelmente pelos labirintos de seus corredores lotados, vendo as maravilhas que os mais extraordinários pintores de todos os tempos ousaram fazer. Observar bem de perto a técnica utilizada, a cor e evolução dos pigmentos e outros detalhes que só sua presença física, cara-a cara com a obra, poderão proporcionar.
Mas o Google continua fazendo das suas. E o mais novo recurso que ele disponibilizou ao mundo ontem, vai deixá-lo o mais próximo possível da experiência de visitar estes fantásticos museus, sem sair da frente de seu computador.
Utilizando a tecnologia do já conhecido Street View a empresa do vale do silício mapeou e fotografou quadro a quadro cerca de 15 museus importantes de todo o mundo. Entre eles citamos o Museum of Modern Art (Moma), The Metropolitan Museum of Art (MET) e The Frick Collection em NYC, Rijksmuseum e Van Gogh Museum em Amsterdam, Tate Britain em Londres, entre outros igualmente significativos. Estranhamos a ausência do Museu do Louvre, Museu D'Órsay e Beaubourg em Paris. Mas certamente, deverão ser incluídos no futuro.
O serviço é espetacular e recebe o nome de Google Art Project. Utilizando os mesmos recursos de navegação do Street View, você vai percorrendo os salões e observando as obras de arte passo-a-passo, utilizando seu mouse. Mas um detalhe muito interessante foi adicionado ao serviço, como seria desejável a um projeto que envolva a observação de obras de arte: a possibilidade de aplicar um zoom.
Vejamos como exemplo, a obra The Bedroom do extraordinário Vincent Van Gogh.

Utilizando o zoom vamos poder acessar os detalhes muito particulares da técnica utilizada pelo genial pintor holandês. Veja a imagem abaixo.

Não é uma maravilha?
Pois não perca mais nem um segundo e visite logo o Google Art Project. Tudo grátis!

7 comentários:

XYZ disse...

Oi Carlos,
Eu já tinha ouvido um zumzumzum sobre esse projeto mas tinha me esquecido de acompanhar.
Realmente, nada vale estar em contato mais próximo com as obras, mas como estamos longe da grande maioria delas, esse projeto é mais do que louvável!
Falando em apreciá-las, você conhece uma coleção supimpa, lançada pela Editora 34 cujo título geral é "A pintura"? São cerca de 14 volumes com textos sobre a pintura na arte ocidental. Textos de época escritos ou por quem apreciava a pintura ou pelos próprios artífices. Uma delícia!
Gosto muito também dos textos de Jorge Coli e mais ainda do que escreveu um carinha chamado Daniel Arasse (o que se passa quando estamos diante de um quadro? O que pensamos? O que imaginamos? Como traduzir o que vemos/sentimos/adivinhamos para nós mesmos e para os outros? De que recursos se valem os especialistas para ler e comentar as obras com mais acuidade?
Arasse tem um arquivo de áudio na Internet onde ele analisa, entre outros quadros, a Madona Sistina de Raffaello de Sanzio, aquela que está em Dresden, a dos anjinhos. É de fazer o coração bater mais forte! A gente sai da escuta se sentindo realmente compreender um pouco mais sobre a arte e, sobretudo, sobre a vida.
Abraço cordial, Rz

Homem do Norte disse...

Carlinhos,
Fiz um teste e foi paideguésimo!!! Muito obrigado.

Carlos Barretto  disse...

Querida e preciosa, RZ.
Não tive a oportunidade de sequer folhear a coleção. Mas ando em busca de algo assim, que complemente a compreensão do que já consegui apreciar em alguns dos 7 principais museus de arte do mundo. Ainda bem, me foi concedido este privilégio.
Vou atrás.
Obrigado pela valiosa sugestão.

Carlos Barretto  disse...

Show, né, Roger?

Marcelo disse...

Carlos, Muito bacana !
Fui direto ao Palácio de Versalhes, lugar que conheci junto com o André, ao vivo e a cores. Passamos um dia inteiro só para conhecer um dos circuitos: o circuito do Rei. É uma visita a 1/3 do Palácio. Imagina o tamanho da opulência !?

Val-André Mutran  disse...

Uau!
Chic até debaixo da unha.

Carlos Barretto  disse...

Espetacular, né mano. Dos museus disponíveis, já conhecia uns 7. Os demais. Bem. Vamos trabalhar, né?
Rsss