quinta-feira, 17 de maio de 2012

Sem Cachoeira?

----------------

Não sei se o Cachoeira gostaria de deixar a prisão. Tenho lá as minhas dúvidas. Ele é uma espécie de banco multiuso da roubalheira suprapartidária. A mulher dele vive aos prantos, e parece acompanhar os últimos momentos do marido. Será que irá chorar no enterro; ou as lágrimas já terão secado? Pelo que está anunciado na folhaonline não teremos a cachoeira que eu esperava aqui no Pará. E o Edmilson Rodrigues não poderá nos prestar o grande favor de  acompanhar as investigações sobre as atividades da Delta por aqui. Como gosta de dizer o Senador Jader Barbalho: Lamentavelmente!
Eu não estou perplexa porque não há como ficar; acabamos por ficar calejados de  ver os cavalinhos correndo, e nós, cavalões, comendo; como escreveu Manoel Bandeira. Eu imaginava que esta CPI prestaria um enorme serviço a nação. Mas, e pelo visto, não será assim. Será cozido; e depois assado.

----------------------------------

2 comentários:

Prof. Alan disse...

Marise, antes de acreditar que a CPI já acabou, leia este texto do Miguel do Rosário, no blog dele, O Cafezinho:

http://www.ocafezinho.com/2012/05/18/a-jiboia-e-a-cpi/

Marise Rocha Morbach disse...

Vou ler!