terça-feira, 25 de abril de 2006

Urgente!

No Quinta Emenda agora:

Bracelete de Malandro
Acabou agora há pouco a coletiva no prédio da Pólícia Federal em Nova Déli.
E mais um nome foi confirmado entre os integrantes da Quadrilha da CDP: é o do ex diretor financeiro da companhia, Marcos Damasceno, que também é oriundo da administração Edmilson Rodrigues, onde ocupou o cargo de diretor de Tributos Imobiliários da Secretaria de Finanças.
O ex senador Ademir Andrade, do PSB, chegou algemado ao prédio da PF e deu entrevista à televisão.
Em sua casa teriam sido encontrados R$ 300.000,00.
Não houve reação às prisões.
Logo mais o blog vai publicar a relação completa dos membros da Quadrilha da CDP.

----------------------------------------------------------------------------
Atualizada às 21:13

Recebi às 13:51h do blogger do Quinta Emenda Juvêncio de Arruda o seguinte e-mail solicitando a correção da notícia acima:

  • Boa tarde, grande Barretto.Por gentileza faça a correção constante da atualização, às 13:22, do post Bracelete de Malandro.O Marcos da relação da Quadrilha da CDP é Barros e não Damasceno.

De fato, às 13:22 h ele fez a ressalva no post "Bracelete de Malandro":

  • Tem o sobrenome Barros, e não Damasceno, o Marcos preso há pouco na Operação Galiléia. Não se trata, portanto, do ex diretor de Tributos Mobiliários da PMB.

E mais uma vez, às 16:18h ele mesmo corrige a notícia em "A Lista da CDP" informando:

  • Diferente do que foi postado há pouco, Marcos Damasceno não está entre os presos na Operação Galiléia. O nome correto é Paulo Damasceno.

Como só tive tempo de blogar agora, faço a correção.

Um comentário:

Juvencio de Arruda disse...

Boa tarde, grande Barretto.
Por gentileza faça a correção constante da atualização, às 13:22, do post Bracelete de Malandro.O Marcos da relação da Quadrilha da CDP é Barros e não Damasceno.
Um abraço.