segunda-feira, 15 de maio de 2006

Corte de Cabelo do Ano

Contribuição de Aristóteles Guiliod de Miranda

7 comentários:

Anônimo disse...

Expor a raça negra ao rídiculo é crime inafiançável.
Deixa o pessoal do CEDENPA te achar...

Flanar disse...

Se é negro ou se é branco, pouco importa. Concentre-se no corte de cabelo. Afinal, se o rapaz se deixou fotografar, ele não deve achar muito feio, não é verdade?
Mas vou seguir o seu conselho. Vou botar um corte de cabelo esquisito de um branquinho também.

Anônimo disse...

Imagens são feitas para serem vistas, interpretadas e julgadas. A aba é montagem sobre um corte de cabelo usual entre afro-descendentes, o que remete ao dolo de construir uma imagem ridícula.
Quanto a solução salomônica anunciada, se me permite a sinceridade, acho que ela destoa em muito de sua habitual e reconhecida cortesia. Em outras palavras: não lhe merece.

Flanar disse...

Anônimo.
Mau humor faz mal a saúde. Esqueça qualquer menção de racismo nesta foto. Está apenas em seus olhos. É apenas uma foto. E como disse, devem existir centenas de cortes de cabelo por aí nos mais variados matizes raciais. Todas igulamente hilárias. Não tenho nenhuma evidência que prove "montagem" nesta foto, que pode perfeitamente ser verdadeira.
Ou será que vc pode prová-la? Faça-o então.
Mas juro a vc que não farei uma "colagem" de cortes de cabelo estranhos em um outro post, apenas para provar o óbvio. Estou tranquilo.

Anônimo disse...

Provas cabem aos peritos nas manhas da digitalização de imagens. E lhe digo que estou bem tranquilo, livre de qualquer mau humor. Afinal, eu sou o espectador.

Juvencio de Arruda disse...

Barretto...rs... voce e seus anonimos, os melhores da blogosfera paroara..eheh.
Abs

Flanar disse...

Pois é. Juca. Eles tem me dado muito trabalho, o que é ótimo, aliás. Este anônimo que frequenta diariamente meu blog, muito me honra pela participação. E será sempre bem vindo.