terça-feira, 8 de agosto de 2006

Quero ir mais ao Marajó!

Mas com os serviços da Henvil não dá.
E o RD hoje, publica uma justíssima nota a respeito do assunto.

Padrão submerso
A bandeira do Pará esfarrapada no alto do mastro de uma das balsas da Henvil e o português ruim da placa que avisa que “não é permitido a entrada de pessoas estranha”, no portão de acesso à cabine de comando, sinalizam o padrão do serviço que a empresa oferece a quem precisa viajar para o Marajó.

Só de pensar naquele sofrimento todo, acabo indo a minha tranquila casa no Mosqueiro e olhar o Marajó de longe.
Vamos inaugurar a campanha: EU QUERO E MEREÇO IR AO MARAJÓ COM DIGNIDADE!

2 comentários:

Juvencio de Arruda disse...

Me inclua dentro dessa.

Val-André Mutran disse...

Ainda não conheço e tenho o direito de conhecer.

Conte comigo.