quarta-feira, 25 de outubro de 2006

Iguais e diferentes

Um raro caso de gemelaridade foi apresentado à imprensa na Inglaterra, com probabilidade genética de 1 em 1 milhão. São os irmãos Laydon e Kaydon Richardson, um negro e outro branco, nascidos da mesma gestação natural.
Certamente são gêmeos não idênticos do ponto de vista genético, os chamados dizigóticos, nascidos da fecundação de óvulos e espermatozóides distintos, que se implantam simultaneamente no útero. Veja o vídeo clicando na foto da família Richardson.

4 comentários:

Ari disse...

Não se pode descartar a possibilidade de um rastreamento genético também na vizinhança. A probabilidade também é de uma em alguns milhões, mas nunca se sabe de tudo neste mundo de meu deus!!

Flanar disse...

Isso é na verdade um recado do Deus aos racistas. Assim, eles podem no mínimo ficar algo constrangidos pela lei biológica. Esta sim, sem preconceitos.

Yúdice Randol disse...

Caro Barretto (vou começar a explorar os temas médicos!), qual seria - se é que existe - a probabilidade de uma mulher ser fecundada por homens diferentes, como acontece com certas espécies animais? Há algum caso registrado?

oliver disse...

Yúdice,
Penso que é possível, embora evento raríssimo. Aconteceria só e somente só se a mulher liberasse dois óvulos, tivesse relações com dois homens, e na corrida pára a fecundação esses óvulos fossem fecundados cada um por um espermatozóide distinto.
Não tenho notícias de ocorrência do fato na literatura.
Abs.