terça-feira, 2 de janeiro de 2007

Não era defacement


No website normalizado, a razão do tal Banco do Bruno.

Na área circulada em vermelho onde se lê notícias, as explicações
sobre as alterações no website.


Corrigindo o post anterior, a súbita alteração no website do BB, que quase mata a todos nós do coração, é na verdade uma legítima intervenção da equipe de TI do banco que executa neste exato momento alterações em sua campanha publicitária para o ano de 2007.
A idéia, - entre inúmeras outras propostas para as unidades de tijolo e cimento - é justamente adotar o nome do cliente na home page do banco.
Só que a assessoria de imprensa do BB só avisou o que estava acontecendo às 15:23 h de hoje após provocar quase uma síncope nos usuários que tiveram esta desagradável surpresa ao tentar acessar o website do banco.
Trata-se muito provavelmente de um período de testes onde coisas estranhas podem acontecer. Como por exemplo ver no website o título Banco do Bruno, como aparece em uma das capturas de tela do post abaixo.
Em tempos de websites fraudulentos, é no mínimo uma impropriedade.
Veja abaixo a nota da Assessoria de Imprensa do BB.

Nova campanha publicitária do BB adota nome do cliente

Com quase 200 anos de história, o Banco do Brasil mudou a fachada de 300 agências em dez estados da federação para dizer, simbolicamente, que não medirá esforços para estar mais próximo das expectativas e desejos de seus correntistas e até não clientes.
No primeiro dia útil de 2007, elas foram rebatizadas de Banco do João, Banco da Maria, Banco do Antônio e outros nomes tipicamente brasileiros. A ousadia é parte da nova campanha publicitária, que substituirá por 30 dias as placas fixadas nas entradas das agências. Mas as novidades não param por aí. O cliente que acessar o Portal bb.com.br será surpreendido com seu nome no logotipo do BB, anúncios de 30 segundos serão exibidos nas principais emissoras do País e em revistas e jornais de grande circulação. O slogan da campanha é “Todo seu” e aprofunda o posicionamento anterior, “O tempo todo com você”. A proposta é reforçar a estratégia negocial da empresa de desenvolver produtos e serviços sob medida para cada segmento em que o Banco atua e prestar atendimento personalizado.

Notícia publicada em 02/01/2007 às 15h23

Fonte: Assessoria de Imprensa - 61 3310-3551

2 comentários:

Juvencio de Arruda disse...

Olha só isso Barretto:

http://oglobo.globo.com/economia/mat/2007/01/02/287259572.asp

Flanar disse...

Pois é. Pelo visto, meio Brasil entrou em pânico ontem de manhã. E a campanha do BB, parece ter sido um sucesso, não é verdade?