domingo, 15 de julho de 2007

Livraria Amadeu


Sexta-feira visitei o sebo mais antigo de Belo Horizonte, com 59 anos de existência completos. Lúcido e ativo, o livreiro Amadeu Rossi Cocco, 91 anos, distribui simpatia e sabedoria no pequeno espaço da loja, repleta de livros até o teto. È memória viva do mundo dos livros na capital mineira, pois menino pobre começou a trabalhar no ramo desde os 16 anos. Dele adquiri o livrinho que biografa a memória de seu ofício e ilustra esse post.
Entre nós, se ainda em atividade, o mais antigo dos nossos livreiros seria o Eduardo Failache, que manteve a Livraria Econômica durante longos anos (até os idos 90, creio), alí na Tv. Campos Salles. Se vivo estiver, Dudú está com 92 anos e tem muita história para contar sobre os sebos, bibliotecas e personagens da bibliofilia paraense.

Um comentário:

crisblog disse...

Ai.ai.ai...

É a minha perdição !!!!!!

Beijos.

Este blog está cada vez melhor !!!