domingo, 22 de fevereiro de 2009

Genesis Special Vol.1 e Vol.2


















Vol.1
vol.2

Propus-me a fazer uma reunião de músicas inesquecíveis de uma das bandas que mais aprecio.

Nesse especial, a gênese de uma das mais longevas e bem sucedidas bandas de todos os tempos está de corpo presente.

Segundo revistas especializadas, o Genesis está entre as 35 bandas de maior sucesso da história do rock.

Assino embaixo.

Diferente do Led Zepellin, Yes e do King Crimson (que adoro) ― esse último recomendado apenas para ouvidos treinados ― não conheço outra formação do rock que tenha encontrado e expandido sua legião de fãs mundo afora após situar-se num trabalho guindado para o pop/rock e, ainda assim, conseguir manter-se com tanto sucesso.

Três fases completamente distintas, porém, apresentando um som com muita personalidade sem abrir mão da criatividade e qualidade. Veja como se deu a história da banda aqui.

Nesse apanhado de meus Lp´s e Ep´s, coloco o que há de melhor.

Meu álbum predileto do Genesis é “The Lamb Lies Down On Broadway”, disco duplo lançado em 1974, ainda com Peter Gabriel e com a presença marcante do novato Phil Collins, que levaria, posteriormente, a banda, aos píncaros do sucesso, tornando seus componentes milionários.

Aprecio esse disco provavelmente em razão da ênfase ao piano, instrumento ao qual estudei em Conservatório, no ex-Território Federal do Amapá, quando lá morei.

É uma das poucas bandas que sou fã e que ainda não assisti ao vivo. E como gostaria...!

Fiquem então com essa emoção única, alternativa, para quem não curte ziriguidum, baticolê, gritaria desafinada e pouca harmonia dos atuais samba enredo de nosso insuperável carnaval.

Até o próximo especial quando será contada a história musical da maior expressão do rock progressivo italiano: Premiata Forneria Marconi.

>>Set List 1<<

01 Anyway - Genesis - 1974 - The Lamb Lies Down On Broadway

02 Lilywhite Lilith - Genesis - 1974 - The Lamb Lies Down On Broadway

03 Here comes the Supernatural Anaesthetist - Genesis - 1974 - The Lamb Lies Down On Broadway

04 The Lamia - Genesis - 1974 - The Lamb Lies Down On Broadway

05 The Lamb Lies Down on Broadway - Genesis - 1974 - The Lamb Lies Down On Broadway

06 The Grand Parade of Lifeless Packaging - 1974 - The Lamb Lies Down On Broadway

07 Counting Out Time - Genesis - 1974 - The Lamb Lies Down On Broadway

08 Where the Sour Turns So Sweet - Genesis – 1969 - From Genesis to Revelation

09 The Silent Sun - Genesis – 1969 - Where the Sour Turns To Sweet

10 Stagnation - Genesis - 1970 - Trespass

11 The Fountain of Salmacis - Genesis - 1971 - Nursery Cryme

12 Watcher Of The Skiez - Genesis - 1972 - Foxtrot

13 I Know What I Like (In Your Wardrobe) - Genesis - 1973 - Selling England by The Pound

14 Firth of Fifth - Genesis - 1973 - Selling England by The Pound

15 The Cinema Show - Genesis - 1973 - Selling England by The Pound

16 Squonk - Genesis - 1976 - A Trick of the Tail

17 Mad Man Moon - Genesis - 1976 A Trick of the Tail

18 Eleventh Earl of Mar - Genesis - 1976 - Wind & Wuthering

19 All in a Mouse's Night - Genesis - 1976 - Wind & Wuthering

20 Blood on The Rooftops - Genesis - 1976 - Wind & Wuthering

21 Spot the Pigeon - Genesis - 1977 - Pigeons

>>Set List 2<<

01 Unquiet Slumber for The Sleepers - Genesis - 1976 - Wind & Wuthering

02 The Carpet Crawl - Genesis - 1977 - Seconds Out

03 Ballad of Big - Genesis - 1978 - And Then There Were Only Three

04 Snowbound - Genesis - 1978 - And Then There Were Only Three

05 Scenes from The Night`s Dream - Genesis - 1978 - And Then There Were Only Three

06 Follow You Follow Me - Genesis - 1978 - And Then There Were Only Three

07 Land of Confusion - Genesis - 1986 - Live In Los Angeles

08 Mama - Genesis - 1986 - Live In Los Angeles

09 I Know What I Like (In Your Wardrobe) - Genesis - 1991 - Rock Theatre

10 Watcher of the Skies - Genesis - 1991 - Rock Theatre

11 Suppers Ready - Genesis - 1991- Rock Theatre

12 Hold on My Heart - Genesis - 1991 - We Can't Dance

13 Way of the World - Genesis - 1992 - Hold on My Heart

14 That's All (Live) - Genesis - 1992 - I Can't Dance

15 No Son of Mine (Live) - Genesis – 1992 - The Way We Walk Vol. 1

15 The Brazilian (Live) - Genesis - 1992 - Tell Me Why

E ai Elton Salles Filho? Tá de bom tamanho?





5 comentários:

Scylla Lage Neto disse...

Val, valeu!
Fiquei feliz com a inclusão de Cinema Show, a minha favorita.
Abs.

Val-André Mutran disse...

Caro Scylla.
Há o volume 2 que ainda estou fazendo o upload.
Mesmo com dois volumes ainda ficou muita coisa boa de fora por questões de espaço.
Disponibilizei mais uma dezena de gigas bytes para que nossos leitores possam fazer o download sem problemas.
Abs e um bom carná.

elton salles filho disse...

Val-André, passei um tempo sem visitar o post...agora me deparo com a sua compilação...excelente, por sinal...sem contar que você, no texto, se absteve, a meu ver sensatamente, de discutir se a era Gabriel é mais isso ou menos isso que a era Collins...o importante é apreciar a música de primeira qualidade do Genesis...Pude assistir a um dos shows da última - que parece mesmo ser a ultima - turnê do Genesis...realizei um sonho de adolescente...Pena que eles não se reuniram mais, inclusive vindo ao Brasil...Obrigado pela seleção.

Val-André Mutran disse...

Ao Elton Salles Filho.
Você é o tipo que arrasa em qualquer reunião!!!!
Quem é Val-André para entabular num blog como o Flanar. Tatibitati!!! Do Genesis?
Alguém. Um dia, disse: os blogs. Esse lixo escrito por gente decadente, não me toca.
Filho,
Amar algo, como eu amo a música. É o meu "Tatibitati", expressão maior dos intolerantes que nunca, jamais, souberam, o que é o amor. A paixão. O tesão... Está e sentir-se apaixonado.
Pra ser muito sincero com você, Filho.
- Te digo:
O meu filho é a representação musical, a qual, por outras indignações, não pude expressar!
Por absorta equidade. Penso que num desses lampejos de amizades gratuítas, os flanares me aceitaram.
- Orgulhoso, Filho. Calei-me sobre o tanto quanto gostaria de comentar as coisas dessa vida.
As coisas que tanto gosto e que estão intimamente entabuladas no meu coração.
Os fracassos da insistência de Peter Gabriel à converser "cobras criadas" ao seu redor.
O Genesis, nessa fase, penso que todos sabemos, era: Peter Gabriel.
Elton Salles Filho adoraria te contar o que sei dessa fase: "Peter Gabriel". Entretanto, o "pau" que rolou na expulsão de Gabriel. Tenho certeza. Nenhum fã quer saber.
O fato é que, os "caras", remanescente e "carêtas";seguraram a "onda"!
Ah! Elton Salles Filho. Os "caras" seguraram sim.
O resto é negócio.
BUSINESS!
That´s right? Elton Salles Filho??!!

P.S.: Feriadão dúca prá ôcê, Elton Salles Filho.

elton salles filho disse...

Caro Val-André,

Fazendo eco às suas palavras, felizes são aqueles que podem deixar um obra - musical, no caso -como a do Genesis...É uma obra perpétua, pois daqui a 200 anos, continuará emocionando e impulsionando a seres humanos, que ouvirão as músicas e se sentirão tocados em seu ser pelos sentimentos evocados...Bom feriado para vc tb.