segunda-feira, 27 de julho de 2009

A barata diz que tem

Agradeço ao Fábio Cavalcante, por me informar do erro no link.

Não faz muito tempo que escutei, pela primeira vez, minha esposa cantar para nossa filha uma cançãozinha sobre uma tal barata mentirosa. Trata-se de uma canção popular de domínio público, que você pode ver num vídeo no Youtube e cuja letra é a seguinte, salvo variações:

A barata diz que tem sete saias de filó
É mentira da barata: ela tem é uma só
Ah ra ra, iá ro ró
Ela tem é uma só!

A barata diz que tem um sapato de veludo
É mentira da barata: o pé dela é peludo
Ah ra ra, Iu ru ru
O pé dela é peludo!

A barata diz que tem um sapato de fivela
É mentira da barata: o sapato é da mãe dela
Ah rá rá, oh ró ró
O sapato é da mãe dela

A barata diz que tem uma cama de marfim
É mentira da barata: ela tem é de capim
Ah ra ra, rim rim rim
Ela tem é de capim

A barata diz que tem um anel de formatura
É mentira da barata: ela tem é casca dura
Ah ra ra, iu ru ru
Ela tem é casca dura

A barata diz que tem o cabelo cacheado
É mentira da barata: ela tem coco raspado
Ah ra ra, ia ro ró
Ela tem coco raspado

Dia desses, cantarolando debaixo do chuveiro, eis que a verve artística tomou conta de mim e soltei esta nova trovinha:

A barata diz que tem um emprego no Senado
É mentira da barata: o avô dela é que é safado
Ah ra ra, ia ro ró
O avô dela é que é safado

Se quiser, faça a sua própria trovinha.

4 comentários:

Fábio Cavalcante disse...

A barata diz que mora na gaveta da cozinha
É mentira da barata: Ela mora na calcinha
Ah ra ra, ia ro ró
Ela mora na calcinha

Carlos Barretto disse...

Rssss
Mas este post pode dar muitas interpretções. Na blogosfera então...
Hehe

Yúdice Andrade disse...

Fábio, adorei esta. Mas suspeito que minha esposa não permitirá que eu cante para a Júlia.

Veremos, Barretto, se farão essas interpretações aqui, conosco.

Lafayette disse...

A barata diz que sabe voar, que sabe voar
É mentira da barata: Ela empurra o leme pra frente da proa. Ai que medo que dá, que medo que dá.
Ah ra ra, ia ra rá
Que medo que dá, que medo que dá!

Ps.: pelo menos pra mim, não a nada mais aterrorizante que estas pestes voando!