terça-feira, 7 de julho de 2009

Força ao Juca

Definitivamente, hoje o dia não é de boas notícias. Além da condenação de Lúcio Flávio Pinto em ação judicial movida pelos irmãos Maiorana (postagem a seguir), outra novidade nada auspiciosa chega a este blog.

Nosso confrade e amigo, Juvêncio de Arruda, titular do mais lido e comentado blog da terra, o 5a Emenda, está doente. Quem conta é o jornalista Paulo Bemerguy, a pedido da família e do próprio Juca.

Da minha parte (e, tenho certeza mais que absoluta, falo em nome de todos os demais flanares), quero desejar força ao Juvêncio, para que saia dessa luta renovado - e ele certamente sairá.

Deus te proteja, Juca. Orações não faltarão para o teu pronto restabelecimento.

13 comentários:

Yúdice Andrade disse...

A notícia me pega num dia de fragilidade, com a filha de 11 meses adoentada (nada que se compare: são apenas vômitos, mas há algum risco de internação, para hidratação). Assim, ao saber da doença de nosso amigo, e particularmente de sua gravidade, sinto tristeza e cansaço. Mas sinto também que devo espancar essa negatividade e me somar à esperança e à força que os muitos amigos do Juca ou Juva fez na vida, ou simplesmente na Internet.
A toda a família e a ele, em especial, um abraço apertado e minha oferta de bons pensamentos, boas energias e orações.

Francisco Rocha Junior disse...

É isso, Yúdice. Força a todos nós, para darmos força ao amigo Juca.
Saúde para a Julinha também.
Abraço.

Val-André Mutran disse...

Tínhamos combinado um encontro em Brasília para o final da semana passada. Ia buscá-los no aeroporto.
Tentei ligar e não consegui.
Estou triste, porém, confiante que nosso querido amigo vai superar esse desafio.
Conte conosco Juca, para qualquer coisa.
Estamos orando por ti e que Deus derrame um bálsamo de tranquilidade para a tua família.
Tenho fé que vai dar tudo certo.

Edyr Augusto disse...

Vamos torcer, amigos. Vai dar tudo certo!
Edyr

Anônimo disse...

Força e perseverança ao Juca.
Fé em Deus!

Anônimo disse...

Puxa vida ,
Que nosso corcel amazonico saia dessa o mais breve possível.
Juca , Sampa te abraça mermão
Tadeu

Francisco Rocha Junior disse...

Vai dar tudo certo, sim, Edyr e das 16:02. O que não falta é gente torcendo pela sua saúde.

Francisco Rocha Junior disse...

Tadeu, força é o que não falta ao nosso corcel. E a gente, de quebra, ainda empresta a nossa.

Itajaí de Albuquerque disse...

Cumpadi, você é madeira de lei. Não verga fácil, muito menos quebra. Sempre foste um forte para vencer os momentos difíceis. Nossos pensamentos aqui são por tua recuperação.

Scylla Lage Neto disse...

Juvêncio, te espero em Joanes em breve.
Um grande abraço!

Carlos Barretto disse...

Com absoluta certeza, este é o pior momento de um blogueiro. Deus ajude o parceiro Juvencio, a ir à luta.

Anônimo disse...

Parece loteria às avessas: não sabemos quando vamos ser "acertados" por doenças como essa que pega também o Juca.
Raimundo Pinto está internado desde a madrugada, numa crise provavelmente das pipores que o câncer o submete há meses.
Aqui não é lugar para esse tipo de notícia, mas precisamos ficar sabendo dos amigos que lutam contra suas doenças, é claro, para que possamos ser solidários e talvez ajudar. No mímimo, implorar a Deus para que não deixe nossos amigos - e a nós próprios - padecerem tanto.
E é nesse clima que LÚCIO FLÁVIO rumina mais essa da Justiça.
Um câncer diferente. Não imposto por Deus, o Pai Celeste, mas por quem acredita que é Deuses só porque têm dinheiro e poder.
Se a JuStiça da Terra é assim passional, comprometida com os poderosos e corrompida, a Justiça de Deus nunca falha.
Rezemos todos pelos amigos dontes do corpo e pelos que sofrem outro tipo de ameaça, como o Lúcio.

Anônimo disse...

Carlinhos,

Nós da saúde, com certeza, esperança sempre. Vida, dos minutos. Cada um.
Juvêncio, é dos segundos que se tranformam em horas.
Marise, sempre presente. Essa, a vida dos que gostam e amam.
Somos tão poucos, cada um, muitas baixas.
Mas, amor, carinho e solidariedade podem não ajudar células, mas almas como as nossas...
O melhor para JUCA.

Paulo de Tarso Ribeiro de Oliveira