quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

50 anos de Brasília - da grandiosidade à incerteza












Com a crise institucional que se abateu sobre a capital do Brasil após o estouro do DEMsalão, agravada com a prisão do governador José Roberto Arruda (sem partido) por obstrução da Justiça; a renúncia do vice-Governador (que estava em exercício) Paulo Otávio (sem partido); o fantasma de uma intervenção federal e a interrogação de como se comportará o governador interino Wilson Lima (PR). A megafesta -- que estava programada para ser a maior do Brasil, está ameaçada.

A comissão criada há sete meses para organizar o evento foi dissolvida ontem. Doze dos 20 integrantes concluíram não ter mais o que fazer com a saída de Paulo Otávio do governo. Ele presidia o comitê.

Estava praticamente confirmada a presença de estrelas internacionais, com destaque para o ex-Beatle Paul MaCartney e outras surpresas.

Fica, portanto, uma grande interrogação de como será o evento após o tsunami do DEMsalão que, ainda, pode afetar todo o país.

Caso a intervenção federal seja aceita pelo Supremo Tribunal Federal, que analisará a ação movida pelo Procurador Geral da República Roberto Gurgel, o Congresso Nacional não poderá analisar nenhum projeto de emenda constitucional (PEC) que tramita nas duas Casas (Câmara dos Deputados e Senado Federal.

A situação é triste e ao mesmo tempo revoltante.

Estou há meses me preparando para receber alguns amigos que viriam para a festa.

3 comentários:

Raul Reis disse...

Uma pena! Eu acho Brasilia uma cidade linda e única no mundo, do ponto de vista arquitetônico. As comemorações seriam uma oportunidade fantástica de promovê-la mundo a fora. Espero que pelo menos algumas das cerimônias e eventos sejam preservados.

Tenho pelo menos 20 amigos acadêmicos aqui dos EUA que estão indo para Brasília em julho, para o congresso internacional da BRASA (Brazilian Studies Association). Brasilia foi eleita como sede exatamente por causa dos 50 anos...

Val-André Mutran disse...

Uma pena realmente Raul.
E você. Vem na caravana?

abdias pinheiro disse...

E eu já estava botando o matulão ao sol, para tirar o cheiro de inverno amazônico. E agora?
Brasilia não merece, mas o povo elegeu os deficientes do poder.