quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Obviedades

Caiu a Chefa da Casa Civil, Erenice Guerra, pressionada pelo mais novo escândalo divulgado pela grande imprensa contra o governo federal: o alegado tráfico de influência em contratos da administração pública, no qual seu filho, o lobista Israel Guerra, teria funcionado como intermediário.

A situação dirá que agiu rápido, afastando a fruta aparentemente estragada. A oposição celebrará a vitória, pretendendo angariar os louros como resultado de sua denúncia. Mas a vitória será de Pirro.

Como noutros casos, este será mais um em que a popularidade do presidente Lula não será afetada. Em consequência, os índices de pretensão de voto em Dilma Rousseff, candidata do Planalto, certamente também não cairão - obra e graça do personalismo que Lula conseguiu imprimir na campanha, auxiliado pela incompetência e indigência da oposição.

Como já se disse por aí, a eleição está definida. Salvo se o fim do mundo resolver antecipar 2012.

6 comentários:

Anônimo disse...

Parece que os tucanos e os demo estão a espera de Sassá Mutema. Entra na fila.

Francisco Rocha Junior disse...

Tem gente que acha que o Sassá Mutema chegou, viu e venceu, das 13:06 hs. A não ser que não seja disso que você esteja falando.

Tanto disse...

Francisco, detesto quem fala difícil (sou burro?)! Noveleiro que sou, acho que não entendi a piadinha com o Sassa (adorava ele). To certo ou to errado com minhas dúvidas? Aff

Francisco Rocha Junior disse...

Também não entendi, Fernando. Vamos ver se o anônimo volta aqui e explica de quem ele está falando.
Abs.

Itajaí de Albuquerque disse...

De qual Sassá Mutema vocês estão falando: do de vocês, digo do Lauro César Muniz, ou do bom (alivia, né?) anônimo? Rsrsrs.

Francisco Rocha Junior disse...

Ainda não sei, Itajaí. Se o anônimo se dignar a vir aqui esclarecer, fica mais fácil saber...