quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Denúncia Gravíssima de Jornalismo Investigativo

Nota à imprensa

Aos colegas jornalistas:
Estou passando às mãos de todos cópia de uma pequena parte do material que entreguei hoje à Polícia Federal. Todos os papéis foram obtidos de forma legal sem quebra de sigilo fiscal. Vale lembrar que a documentação refere-se aos anos de 1998 até 2002.

O que foi entregue não é resultado de militância partidária, que nunca tive, e sim da única militância que reconheço e pratico, a do jornalismo. Prova disse é que, em junho de 2005, fui o autor de “Aparece o dinheiro”, reportagem de IstoÉ (edição 1863), em que foi exposto o Mensalão do PT. Desejo que a liberdade de imprensa em vigor no país possa servir, agora, ao esclarecimento da população.

São informações oficiais a que tive acesso nos longos anos em que estou trabalhando no tema das privatizações. Pela primeira vez estão sendo trazidas ao conhecimento público. São, portanto, absolutamente inéditas. Foram obtidas judicialmente através de uma ação de exceção de verdade. São documentos da CPMI do Banestado, cujo acesso estava, até então, proibido aos brasileiros. Agora, vieram à luz. Espero que possam, enfim, ajudar a esclarecer um período sombrio do país. Vocês são parte importante e decisiva neste processo.

Chamo a atenção para dois pontos especialmente, ambos alicerçados em informações oficiais obtidas pela dita CPMI na base de dados da conta Beacon Hill do banco JP Morgan Chase e no MTB Bank, ambos de Nova York. A Beacon Hill Service Corporation (BHSC) onde eram administradas muitas subcontas com titulares ocultos. Nos EUA, a BHSC foi condenada em 2004 por operar contra a lei. No Brasil, inspirada pela designação Beacon Hill, a Polícia Federal deflagrou a Operação Farol da Colina, apurando, entre outras personalidades envolvidas, nomes como os do ex-governador paulista Paulo Maluf e do banqueiro Daniel Dantas. Os pontos em questão são os seguintes:

1 . Os depósitos comprovados (pag. 4/11) do empresário GREGÓRIO MARIN PRECIADO, casado com uma prima de JOSÉ SERRA e ex-sócio do ex-governador de São Paulo (o mesmo SERRA), na conta da empresa Franton Interprises (pag. 3/11), vinculada ao ex-caixa de campanha do próprio SERRA e de FERNANDO HENRIQUE CARDOSO, RICARDO SÉRGIO OLIVEIRA. A soma de tais valores ultrapassa os US$ 1,2 milhão e cresce sobretudo no ano eleitoral de 2002, quando SERRA foi candidato à Presidência. Mais de 80% dos recursos recebidos pela Franton na Beacon Hill tem origem em PRECIADO. RICARDO SÉRGIO, como se sabe, foi diretor do Banco do Brasil e o grande articulador de consórcios de privatização no período FHC.

2. Os depósitos realizados pela empresa Infinity Trading, pertence ao empresário CARLOS JEREISSATI, (pag 9/11) igualmente na Franton Interprises e RICARDO SÉRGIO. JEREISSATI liderou um dos consórcios que participou dos leilões de privatização e comprou parte da Telebrás. É de conhecimento geral que a formatação de consórcios e as privatizações da Telebrás também tiveram a intervenção de RICARDO SÉRGIO. Em muitas ocasiões se falou de propina na venda de estatais, mas esta é a primeira vez que aparece uma evidência disso lastreada por documentos bancários oficiais.

Tenho certeza da relevância do material e espero que façam bom uso dele. Um abraço a todos e bom trabalho.


Amaury Ribeiro Junior
Repórter

(Conforme noticiado no portal Terra e no site Dilma na rede)

Essa é uma denúncia gravíssima. É para o eleitor refletir e perguntar: como eleger um candidato à Presidência da República, contra o qual pesam suspeitas diretas de indiscutível gravidade? Como seriam apuradas essas denúncias, caso fosse eleito? Licenciar-se-ia do cargo até a conclusão das investigações, mal empossado? Ou mergulharia o país no caos ao modo como foi o impeachment de Collor? Melhor seria que renunciasse disputar o pleito. Mas, infelizmente, não o fará.

17 comentários:

Anônimo disse...

Que tal investigar a relação da irmã de Daniel Dantas com o filho do presidente? Ou as fontes de financiamento da campanha da governadora do estado na eleição de 2006?

Itajaí de Albuquerque  disse...

Escreva para o Amaury Ribeiro Júnior, quem sabe ele se interesse pela sugestão. Ou se for o caso, por que não você mesmo?

Anônimo disse...

Caro Itajaí, O Brasil por acaso entrou em caos quando se descobriu o mensalão do PT?
Porque o Lula não se licenciou do cargo para que fossem apuradas as denuncias?
Voces tem mania de ver só o umbigo dos outros.
Que Serra não é santo todo mundo sabe.
Porque só ele?
Não tenho visto voce defender tão veementemente assim a apuração no caso Dilma.
Oh! "como eleger uma candidata à Presidência da República, contra a qual pesam suspeitas diretas de indiscutível gravidade? (Ereni9ce e etc)
Como seriam apuradas essas denúncias, caso fosse eleita? Licenciar-se-ia do cargo até a conclusão das investigações, mal empossada? Ou mergulharia o país no caos ao modo como foi o impeachment de Collor? Melhor seria que renunciasse disputar o pleito. Mas, infelizmente, não o fará".
Suas proprias palavras caem como uma luva para Dilma.

Anônimo disse...

Pode chorar e ranger os dentes, Itajaí. Domingo será de Serra. Arrume suas gavetas.

Itajaí de Albuquerque  disse...

Entāo o Serra não é santo? Como assim?

Itajaí de Albuquerque  disse...

Oráculo, Minhas gavetas sempre estão arrumadas com a certeza de dever cumprido.

Anônimo disse...

Não, Serra e nenhum político profissional é santo. O lugar de santo não é na política.

Ou você é capaz de refutar essa máxima?

Aproveitando o ensejo, que tal a verve da nossa governadora Ana Julia do alto do seu desespero em seus últimos dias de governo:

http://www.youtube.com/watch?v=AKL7z6BGrjM

Gostaria de saber sua opinião sobre isso. Dever cumprido também?

Santa talvez não, mas que tal beata?

Itajaí de Albuquerque  disse...

Nivelar todos os políticos à condição de corruptos é um reducionismo inaceitável, com inspiração aversa à democracia. Quanto à governadora do Pará, vi o debate; e, muito pelo contrário, não vi nele qualquer demonstração de desespero da parte de Ana Júlia. Essa sua afirmação é parte de um rótulo manjado, aplicado em 9 entre 10 campanhas. Acredite quem quiser.

Carlos Barretto  disse...

O "cara de mamão" pensa que a gente é besta. Até o dia em que a gente resolver tomar uma atitude contra os cínicos. Aí ele vai se revelar.
Bobalhão!

Anônimo disse...

Admiro sua "coragem". Postar material infectado pela verve de Amaury Ribeiro Jr é um ato que não se consegue (des)qualificar o grau de ousadia, pois o jornalistas é aquele que está até a pleura implicado com o ato mais sujo da campanha de DILMA e já desmascarado pela PF: Produção de dossiê.

Itajaí como se deve julgar a dignidade de quem empresta a força ao denunciasmo barato de um crápula que, militante do PT, já foi identificado com a quebra de sigilo?

Você, Itajaí, diz que essa é uma denúncia gravíssima, mas grave mesmo é você não ter repudiado imediatamente que um sujeito como esse te chamasse COLEGA. Antes, você aderiu a ideía dele e a reproduziu. As pessoas se equiparam às outras pela aceitação de idéias comuns.

Posso te julgar pelas intimas crenças e concordâncias nas idéias como um irmanado intelectual do Amaury Ribeiro Jr?

Itajaí de Albuquerque  disse...

Não discuto intimidades em público, menos ainda com desconhecidas que sequer mandam foto.

Anônimo disse...

Querido, quem generalizou agora e trouxe o manjado "todo político é corrupto" para o debate foi você! Alguém mais falou isso aqui?

Itajaí de Albuquerque  disse...

Não diga! Foi mesmo?

Zé Gondim disse...

Itajaí, quem é esse anônimo covarde que só diz o que pensa escondido atrás de uma pseudo-identificação? Ei, cara, apareça e discuta frente a frente de homem pra homem (ou de mulher, pq pode ser uma anônima, já que nem sexo ou gênero assume...)! Quanto à apuração do caso Erenice, está aí correndo na Justiça, sem provas... Olha, anônimo, eu ia até entrar no debate mas agora, neste instante, decidi que você não merece um mínimo de consideração. Ora vai te catar!!! Vai votar no Serra e deixa de frescura, babaca! Desculpem os blogueiros do Flanar, mas perdi a paciência com esse cara!!

Anônimo disse...

Zé godim, não precisas ver a cara de nenhum dos comentadores anônimos. Se contente com as idéias e argumentos. Refute-as.

Eu entendo a necessidade de você e outros da estirpe revolucionária olharem fisicamente os adversários. O desejo é sempre o mesmo: praticar falácias ad hominem, encontrar motivos para falsear os fatos (quando o debatedor é fraco, é assim que vcs fazem), ameçar com maus agouros (perseguição) e alimentar a vingança.

Discuta as idéias. É dificil? sim, é! Não é fácil ser esquerdista, pois se necessita a todo instante de desdobramentos intelectuais e de idéias enviesadas para rearrumar a mentira, reforçar as ameaças, mudar o discurso, reinterpretar a realidade, etc. Mesmo quando tudo o mais não funciona, ainda resta a tática de se fazer de vítima ou de tentar assutar os adversario com gritinhos de "perdi a paciência".

Acredite: saber quem é aquele anônimo ou este que escreve agora não vai adiantar muito. A verdade sobre a podridão no governo petista sempre será a mesma fale quem falar, grite quem gritar.

Quanto à declaração de que "Quanto à apuração do caso Erenice, está aí correndo na Justiça, sem provas", tenho a dizer que isso não passa de esforço retórico para encobrir o óbvio. Há provas e indício em abundância. Pressionada pelos fatos, ela já deu 4 versões diferentes para uma mesma ocorrência. Ela já confessou encontros que antes negava. Há testemunhas e envolvidos sutentando com documentos as alegações. O caso, diferente do que você disse, ainda não está judicializado, pois a PF pelega esta a travar o andamento das investigações.


Acredito que você queria dizer "Sem provas que me obriguem aqui na torcida a dizer a verdade".

Atente para a complicação do seu argumento. Se não há provas, o PT é o governo mais covarde e injusto, pois demitiu uma "santa"; se há provas o PT fez o certo ao demitir, mas seus militantes agem como sempre: RESISTEM POR MEIO DA MENTIRA.

A bem da verdade, o Petismo é isso mesmo. Faz de qualquer aliado um Idiota Útil, que pode ser descartado a cada nova rodada em que as coisas compliquem o Partido e o projeto de poder.

Viva Gramsci, não é verdade?

Ps: queres entender mais o estilo do teu partido, conversa com o Major Wolgrand... o PM que foi abandonado depois de labutar em favor dessa governadora atual. rememora Hélio Bicudo; Babá, Luciana Genro, Heloíssa Helena, Marina Silva, etc...

Anônimo disse...

Um certo episodio ocorrido no dia 1° de maio de 1982, onde uma bomba explodiu no colo de um sargento do exercito dentro de um carro durante um show no Rio Centro também foi apurado pela justiça. Apurações conduzidas pelo interessado dão em que?
Se voces não querem postagens anonimas, porque permitem?

Itajaí de Albuquerque  disse...

Anonimo (a) 10:35 hs, descanses em paz. Voce nao existe como alguem que tem a coragem de assinar as estupidezes que ensiste em publicar aqui. Convido-te a sair do armario e debater de cara limpa; coisa que 9/10 tucanos, fundadores do partido inclusive, nao tem peito para fazer.