quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Convocação geral



A produção do Rock in Rio 4 apresentou, na última quinta-feira, alguns de seus patrocinadores. Todas as cotas foram negociadas e analistas do mercado estimam em R$ 7 milhões cada, exceto, a cota master de R$ 17 milhões. Foi divulgado, ainda, o lançamento do site oficial já com uma promoção cultural para o público e esta semana, foi confirmado: Red Hot Chili Peppers, Snow Patrol e Capital Inicial. Está quase fechado, também, o Metallica. E olha que ainda faltam 96 bandas.

Depois de passar dez anos longe do Brasil e com quatro edições em Lisboa e duas em Madrid, o Rock in Rio 4 promete comemorar esses 25 anos mostrando o porque é considerado, depois do Glastonbury Festival, -- cujos bilhetes, você também já pode comprar --, como o evento cultural e social mais importante no campo da música e referência internacional. E a produção não vai poupar esforços, já que conta com uma equipe de profissionais gabaritados mundo afora.

Segundo a produção, o principal cliente do Rock in Rio é o público e a missão do evento é proporcionar uma experiência inesquecível para quem resolver aproveitar um dos seis dias do evento, marcado para os dias 23, 24, 25 e 30 de setembro e 1 e 2 de outubro de 2011. Ainda usando o mote de “Por Um Mundo Melhor”, que mais do que nunca faz sentido, a produção relembrou que no passado era “feio” uma empresa revelar todas suas atividades sociais e que foi o Rock in Rio que mostrou que o marketing social se transformaria em tendência com o passar dos anos e não apenas na música, como em qualquer outro ramo.

O recente festival SWU, e acho o slogan do evento fenomenal! "Faça a sua Parte. Dance", foi um exemplo disso, a fala principal era a sustentabilidade e a própria sigla do evento era um pedido social: "Começa com Você."

Prometendo mais de 100 atrações musicais, o Rock in Rio 4 irá montar uma verdadeira cidade do rock com dois palcos (Mundo e Sunset), palco para música eletrônica, uma Rock Street com apresentações de jazz e outros estilos, num verdadeiro parque temático com Montanha Russa, Roda-Gigante e até mesmo o Kaboom, um shopping com mais de 30 lojas e um espaço voltado exclusivamente para moda.

Tudo leva a crer que o esquema das edições anteriores ficará nos mesmos moldes das três edições anteriores, oferecendo um dia para cada estilo musical. Ou seja, teremos o dia do metal, o dia do pop, o dia do rock e assim por diante. Expectativas para uma noite indie com shows do Arctic Monkeys, Arcade Fire e The Killers? Quem sabe a resposta é o idealizador de tudo isso, mister Artplan Roberto Medina.

O Rock in Rio 4 não está mesmo de brincadeira e promete recuperar o trono perdido para outros grandes festivais. Mais do que qualquer outro evento musical no país, o RiR cativa por ser um exemplo de mobilização econômica, social e familiar. O grande trunfo da produção é saber do potencial familiar que o evento tem enraizado: os nossos pais e os pais de muitas outras pessoas assistiram aos shows do Rock in Rio de 1985 e voltaram em 2001 para mostrar para os filhos o que foi aquela coisa mágica que tanto se falava. E não se pode esquecer do potencial cultural que o Rio de Janeiro tem de receber turistas do mundo inteiro, o que reforça a necessidade de fazer o RiR 4 ser mesmo uma experiência inesquecível para todo mundo que se aventurar pela cidade do rock.

Os shows só acontecerão em 10 meses, mas para a produção do RiR 4 ele começou agora. Os vts para televisão serão divididos em duas fases, sendo que a primeira já começa nesse domingo.

Nada muito revelador, o vídeo só tem a intenção de contar ao público que o Rock in Rio voltou. Mas é o suficiente para criar muita expectativa para o evento. Já a segunda fase, será mais quente, e mostrará mais sobre o evento, sobre a cidade do rock e claro, sobre as bandas.
Agora é só esperar.

Vai ter paraense pacas lá. E eu não vou perder tempo convidando-os. Muitos vão. Então, combinado? Vamos?

6 comentários:

Edyr Augusto Proença disse...

Não sei se vou, mas é very exciting, dude!
Abs
Edyr

Val-André Mutran  disse...

Grande Edyr. Como falta um ano. Dá para todos nós nos programarmos com tranquilidade.
Te vejo lá.

Scylla Lage Neto disse...

I'll be there!
Na primeira edição eu curti uma catapora, dessas de quase ficar internado, em pleno verão carioca.
E perdi todos os dias.
But now...
Abs.

Val-André Mutran  disse...

Go! Scylla.
Depois, após a confirmação de todas as atrações. Discutiremos qual será a nossa praia.

A minha continua sendo Ipanema.

Scylla Lage Neto disse...

Viva a República Independente de Ipanema!

Val-André Mutran  disse...

Viva!