quinta-feira, 9 de junho de 2011

WWDC 2011 - As novidades do iOS 5

Last but not least! 
Estava devendo a continuação de minhas avaliações sobre os estrondosos lançamentos que a Apple anunciou na última segunda-feira. Iniciei comentando o OS X Lion, prometendo o restante. Contudo, muita atividade profissional, uma chuva diluviana com falta de energia e conexão a internet, me fizeram atrasar toda a programação de divulgação. Sendo assim, os leitores já devem ter tido acesso às mais variadas publicações sobre tudo o que ocorreu na WWDC 2011.
Passo então a um trabalho meramente opinativo sobre o iOS 5, também lançado na segunda, junto com o iCloud que o Raul já comentou em post anterior.   

O iOS 5, segundo a página da Apple dedicada ao novo sistema operacional para iGadgets, apresenta 200 novas modificações. Contudo, a keynote do dia dia 6, ressaltou as 10 mais importantes. E de fato, como poderão ver, vão impactar bastante a maneira que o usuário faz uso de seu dispositivo móvel preferido da maçã. Vamos então à elas. Mas antes, uma pequena observação aos novos leitores. O termo iGadgets utilizado ao longo do texto, inclui apenas iPhone/iPod Touch e iPads.

1) Notification Center

Quem tem iGadgets com iOS, já sabe o que são as notificações. São aquelas mensagens que surgem na tela, avisando sobre SMS, mentions no Twitter, notícias, entre outras informações, dependendo da configuração que você fizer de aplicativos de terceiros. Normalmente, elas costumam ser algo intrusivas. Quando surgem, dão apenas a opção de visualizá-las (obrigando-o a sair do aplicativo que eventualmente esteja utilizando) ou fechá-las para ver posteriormente. Se estiver com o iGadget protegido por senha (o que sempre é recomendável), será obrigado a destravá-lo para ter acesso à informação que chega. Com o Notification Center, esta realidade vai mudar. Ele estará embutido no iOS e deixará suas notificações push mais acessíveis. Elas aparecerão agora na parte superior da tela, bastando deslizar verticalmente para baixo, para que surja a tela de notificações integradas, que incluem um tycker de ações e o clima em sua cidade. E tudo isso, estará acessível, mesmo com o iPhone travado por senha.

2) iMessage

Esta, em minha humilde opinião, uma mudança das mais bem vindas. Uma cópia melhorada, do que já havia nos BlackBerries. Em outras palavras, o atual aplicativo Mensagens - no momento dedicado a receber as  mensagens SMS (torpedos) e MMS (com conteúdo multimedia), ambas tarifadas pela sua operadora - agora permitirá a troca de mensagens gratuitas de iPhone para iPhone. Repito: GRATUITAS! E não incluem só texto. Mas também vídeo, fotos, localizações (GPS) e contatos. Até conversas em tempo real poderão acontecer, inclusive vendo quando o interlocutor está digitando algo. Bem no estilo "Live Messenger". Tudo circulando com encriptação. Ressalto que ele estará disponível também para iPod Touch e iPads, que, se minimamente tiverem conectividade WiFi, também poderão usufruir de seus benefícios.
Com relação a este novo recurso minha primeira impressão foi que seria o fim de aplicativos de terceiros, que possibilitam quase que a mesma coisa. É o caso do Whatsapp, aplicativo pago, muito popular entre usuários de iPhone. Contudo, claro que não é verdade. O Whatsapp faz algo que o iMessenger não faz. Ele é multiplataforma, estando disponível não só para iPhone, bem como para Android, Blackberry e Simbian. Continuará muito útil.
Mas eis que pintou uma pequena curiosidade. Afinal, o iMessage continuará sendo o aplicativo padrão para receber as mesmas SMS e MMS de antes. Que continuarão tarifadas, se o outro usuário não estiver num iGadget. Como será a dinâmica embutida no iOS que fará a diferença entre as tarifadas e as gratuitas? Nada que represente dificuldade enorme para a equipe de Cupertino. Mas apenas será interessante conferir.

3) Newsstand

Já temos o iBooks, dedicado a livros completos, que podem ser baixados gratuitamente ou adquiridos pela iTunes Store. Com o Newsstand (em português, "Banca de Revistas"), parece haver a vocação para revistas e jornais assinados pelo usuário, através da App Store. Ou seja, feita a assinatura junto a App Store, o aplicativo baixa automaticamente as novas edições das revistas ou jornais de sua escolha.

4) Reminders

Novidade pura. Não existe aplicativo nativo da Apple para "lembretes", embora talvez existam outros, desenvolvidos por terceiros. Um lembrete, é simplesmente uma nota, lembrando você de algo que deve fazer. É o que eles designam em inglês, como "to do" ou "à fazer". Mas no Reminders as coisas vão além. Segundo a Apple, você pode configurá-lo, por exemplo, para quando adentrar o estacionamento de seu supermercado favorito, ele o avise que precisa comprar leite. Seu funcionamento pode ser integrado com o iCal, Microsoft Outlook e o recém lançado iCloud. Em outras palavras, sua memória agora terá um poderoso recurso auxiliar.

5) Twitter

A tão aguardada mudança, desejada pelos usuários do viciante microblog, finalmente será realidade. No iOS 5, você simplesmente vai digitar na área de configurações de seu iGadget, o username e a senha do Twitter, uma única vez. Feito isso, poderá "tuitar" a partir do Safari, Photos, Camera, You Tube ou Maps. O Twitter estará totalmente integrado ao sistema operacional. Mais do que nunca, vai ser muito difícil - ao menos para usuários de iGadgets - deixar de participar do microblog. Aqui, cabe uma perguntinha marota, que não quer calar: por quê o Facebook também não está presente? 

6) Camera

A já tão conhecida câmera dos iGadgets (aqui, obviamente não se inclui o iPad 1), será bastante comtemplada com a atualização. Com o iOS 5, você vai poder fotografar a qualquer momento, mesmo com o iPhone na lock screen (travado por senha). Basta, para isso, segurá-lo na horizontal e utilizar o botão de volume como disparador. Não é uma beleza?
A maior prontidão para o registro de imagens será interessante. Quantas vezes, deixamos de registrar alguns momentos, pelo simples fato de termos que destravar o aparelho, encontrar o aplicativo e ainda utilizar o toque na tela para fotografar (que, diga-se, é algo desconfortável). Além disso, foram adicionados recursos como zoom digital, grade de linhas (para quem desejar utilizar a clássica "regra dos terços" em fotografia) e um único toque para foco e exposição automáticos. E se você estiver com o iCloud configurado e habilitado, a imagem pode ser enviada para todos os seus demais iGadgets automaticamente. Que beleza!

7) Photos

Outro aplicativo bastante "tchongo" em sua versão atual, deve ganhar recursos interessantes, que o deixarão algo mais esperto, evitando que tenhamos que ir às compras na iTunes Store, para mexer minimamente nas imagens capturadas. Recursos clássicos como crop (recortar), rotate (rotacionar), enhance (melhorar), e remoção de olhos vermelhos, agora estarão disponíveis gratuitamente no Photos. Além disso, você poderá também criar e organizar seus álbuns no próprio aplicativo. E nem preciso dizer que se estiver com o iCloud configurado e habilitado, poderá editar suas imagens em outro iGadget, como o iPad, por exemplo.

8) Safari

Outro aplicativo que ficará algo mais interessante após a atualização para o iOS 5, será a boa e velha versão móvel do navegador Safari. Além de inovar com a adorável navegação em abas (exclusiva nos iPads), ele implementa um recurso que foi batizado como Safari Reader. Com ele, você baixa uma versão enxuta, sem imagens ou propagandas, da informação que você deseja em websites visitados. Em seguida, com o auxílio do iCloud que manterá listas de artigos visitados sincronizados com os demais iGadgets, poderá rever o website na íntegra. Este recurso, me parece particularmente interessante em iPhones e iPods Touch, que sofrem para exibir imagens e anúncios. Já a navegação por abas no Safari para iPad, é muito bem vinda, levando em conta que é muito chato, ficar reduzindo e ampliando páginas (mesmo com animações espetaculares), que é o que acontece na versão atual do iOS.

9) PC Free

Este novo recurso, batizado de PC Free (livre de PCs), foi bastante festejado durante a keynote desta semana. Até o presente momento, ao sair com qualquer um dos iGadgets da loja ou operadora de telefonia, você é obrigado a ativar e fazer o primeiro sincronismo com um computador usando o cabo USB fornecido, antes de poder utilizá-lo plenamente. Seja ele Mac ou PC! Interessante a Apple tê-lo batizado de PC Free, não é mesmo?
Esta ativação inicial, é particularmente crítica no caso do iPhone, que só funciona como telefone, após este procedimento meio tosco. Contudo, com o iOS 5, você poderá ativá-lo de maneira totalmente wireless (WiFi ou 3G), ainda na loja, e se houver carga suficiente na bateria, já sair utilizando alegremente seu brinquedinho. Poderá também atualizar seu sistema operacional, se for o caso, de forma totalmente sem fio. Contudo, levando em conta que as atualizações de iOS da Apple costumam oscilar em torno de 600 gbytes (666, para os superticiosos), se a conexão sem fio for 3G, eu não recomendaria. Lembre-se. Você paga pelo volume de dados transferidos junto à sua operadora de telefonia móvel.  Por fim, com o iCloud, você poderá fazer o backup ou restaurar seu iGadget automaticamente. 

10) Mail, Calendar, Game Center, WiFi- Sync, Multitasking Gestures for iPad e outros

Por alguma razão, a Apple agrupou estes últimos 7 ítens no último pacote de novidades apresentadas durante WWDC 2011. Denominou-os de "More Features". Na verdade, apesar de parecerem pequenos, eles não são exatamente correlatos e nem de menor importância.

O Mail, por exemplo ficará um pouco mais funcional do que na atual versão. Ficará menos básico em sua versão móvel para iOS, que agregará a possibilidade de formatar texto para Bold, Italic ou Underline, criar indentações, arrastar para rearrumar nomes no campo "endereços", sinalizar mensagens importantes e adicionar ou excluir "caixas de entrada". Acreditem. Nada disso é possível na versão atual.

Da mesma maneira, o Calendar ficará bem mais espertinho, ganhando funcionalidade que inacreditavelmente ainda não possuía em suas versões móveis. Vai poder mostrar seus compromissos com uma visualização "anual" no iPad e "semanal" no iPhone/iPod Touch. Com um "tap", você cria um novo evento, podendo arrastar para alterar o tempo e a duração do compromisso. Esta última característica, chega a ser mesmo constrangedora. Como entender que ela não tenha sido implantada desde as primeiras versões do Calendar?  Quem chegou a ter um prosaico e dinossáurico Palm, sabe que isso já existia por lá.

O Game Center, aplicativo que permite jogar online com outros usuários,  vai ser levemente bombado em sua configuração atual. Você vai poder adicionar uma imagem em seu perfil (avatar), comparar suas habilidades com outros jogadores e descobrir novos jogos sem deixar o aplicativo.

O WiFi Sync vem a ser a atualização mais festejada e esperada de todo este grupo. Na verdade, chega a ser, sem exagero, o ponto culminante onde a Apple, finalmente, atende os anseios dos usuários de seus iGadgets mundo afora. Quem acompanha as publicações especializadas, sabe que esta é uma velha queixa. Ter um brinquedo todo conectado de modo sem fio, e necessitar de um cabo para fazer o sincronismo com o iTunes.
Pois saiba que isso acabou. No iOS 5, quando você conectar o iGadget a uma tomada elétrica (recarga noturna, por exemplo), promete a Apple que ele irá detectar a rede WiFi doméstica e iniciar automaticamente seu sincronismo/backup com o iTunes. Me pergunto, eu que tenho 2 Macs, se esta funcionalidade irá me permitir escolher onde deverá ser feito o sincronismo. Afinal, apenas em um deles, eu guardo a biblioteca e os apps que deverão ser sincronizados. 

Multitasking Gestures on iPad, pelo que entendi, vai permitir que você gerencie a capacidade multitarefa do iPad de forma mais amigável. Um pouco diferente dos dois cliques na Home Screen que somos obrigados a utilizar no momento.
Deslizando para cima 4 ou 5 dedos, você terá revelada a barra multitarefa, deslizando lateralmente os dedos para trocar os aplicativos em execução e, com apenas um toque, voltar para a home screen.

Existem ainda, outras melhorias que devem atender usuários bem específicos, como aqueles que possuem Apple TVs ou que necessitam de recursos de acessibilidade. Para os que possuem Apple TV, foi adicionada a mágica possibilidade de espelhar em sua TV, aquilo que acontece no seu iPad.

Concluindo, mal posso disfarçar minha ansiedade em botar as mãos em meus iGadgets, devidamente atualizados com o iOS 5. É nestes momentos, que surge a boa e velha tradição Apple. Embora ainda não tenham data marcada para download, todas essas melhorias devem vir inteiramente gratuitas para os usuários das versões mais recentes destes bichinhos.
Investimento de alto custo? Comparado com os congelados PCs, talvez. Mas certamente, tudo isso, valoriza e muito seu suado investimento. 
Querem mais um exemplo? Sabem quanto vai custar o tão citado iCloud para os usuários Apple? Absolutamente nada! ZERO dólar!

8 comentários:

ASF disse...

Sobre o item 9) PC Free: as ativações serão realizadas não mais utilizando o iGadget conectado por cabo a um Mac ou PC, mas de forma wireless.

O iOS 5 trás uma novidade muito bem vinda no quesito atualização, ela acontecerá OTA (over the air) e não será mais necessário baixar o arquivo inteiro do firmware do aparelho ocorria até a versão 4 do iOS. Apenas mudanças das novas versões serão baixadas automaticamente para os dispositivos resultando em downloads pequenos.

A aplicação da atualização ocorrerá sempre de forma segura quando o dispositivo estiver conectado a uma fonte de alimentação (atente para o WiFi Sync).

É isso.

ASF disse...

Tenho acesso ao beta, o que me falta mesmo é uma máquina de testes. :(

A propósito, a ansiedade é enorme tanto pelo iOS 5 como pelo Lion. Dois upgrades de responsa by Apple.

Carlos Barretto  disse...

Você, como sempre, complementando e corrigindo nossos cometimentos com a mais absoluta propriedade.
As correções e aprimoramentos sugeridos, já foram adicionados ao texto.
Mais uma vez, muito obrigado pela participação.

Abs

Luiza Duarte Leão disse...

Só tenho uma pergunta, como neófita no assunto: As novas funcionalidades do Safari me permitirão navegar direitinho pelo Blogger? Isso está me incomodando, viu? hehe

Carlos Barretto  disse...

Boa pergunta!
Também me incomodo muito com o fato de não conseguir postar no Blogger com o iPad. A briga entre padrões web ainda vai render. Infelizmente. Pode apostar.

Abs

ASF disse...

Estou utilizando o iOS 4.3.2 no iPad e consigo postar sem problemas com o iPad.

Carlos Barretto  disse...

No Blogger? Ou no Wordpress?

ASF disse...

No Blogger também.