quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Paixão por "The Big Bang Theory"



E paixão absolutamente declarada, diga-se. 
No momento em sua 5ª temporada, conheci só recentemente a série The Big Bang Theory através de minha namorada. 
Em um momento inicial e delicado de nosso atual relacionamento, ela me trouxe um DVD com a 1ª temporada completa. Hoje, percebo que ela sabia exatamente qual o meu perfil de sujeito. E como seria fácil me fazer aderir a uma mini-série. Agora, acredito que ela nem tenha tanta consciência de sua façanha. 
Digo isso com a convicção, de quem há cerca de alguns meses, detestava qualquer tipo de mini-série enlatada americana. Odiava mesmo. Ouvia meus filhos falarem sem parar de algumas delas. Mas simplesmente, um bloqueio absoluto a este tipo de produção, persistia e impedia-me de, minimamente, tentar ver para conferir o motivo do envolvimento deles naquilo que considerava uma perda de tempo. Entre outros adjetivos, que prefiro omitir. 
O fato é que The Big Bang Theory, hoje já faz parte de meu arsenal de prazeres cotidianos. Todos os seus personagens tem seu charme e momentos de rolar de rir. Contudo, em minha opinião, um deles brilha de maneira especial: Jim Parsons.


Jim, atua na série como o Doutor em Física Sheldon Cooper. Um personagem absolutamente marcante  pelas manias, afetações e excentricidades. 
Descrevê-lo é inútil. Ao leitor, resta tentar fazer o mesmo. Dar uma olhada e formar sua própria opinião vendo ao menos um capítulo da série, que acontece todas as terças no canal Warner.


Para mim, foi ótimo descobrir o vídeo acima, onde Jim é entrevistado no The Late Night, com (o nem sempre tão engraçado) David Letterman. Foi a primeira oportunidade de ver Jim, simplesmente como Jim. E não como o polêmico Sheldon Cooper. Para mim, valeu o fim-de-semana.
Vejam.

3 comentários:

Scylla Lage Neto disse...

Charlie, eu também sou fã da série.
Sheldon é o cara!
Abs.

Alan Souza disse...

Em casa todo mundo curte a série - somos uma família de quase-nerds!

O Sheldon, de longe, é quem garante mais gargalhadas. Embora eu reconheça que, se dividisse um apê com ele, já o teria matado...

ASF disse...

O meu personagem favorito na série é o judeu.