quarta-feira, 28 de março de 2012

Bye bye.




----------------

Aos 88 anos de idade, lá se foi Millôr Fernandes... Genial, arrogante, briguento, talentoso, inteligentíssimo, implicante, cáustico, muito bem humorado, um grande tirador de sarro, um sábio, um tremendo escritor.

6 comentários:

Silvina disse...

... E imprescindível.

Prof. Alan disse...

Eu adorava quando ele vinha com "livre pensar é só pensar". Sabia que era algo engraçado, reflexivo e inteligente.

Por exemplo: "se eu fosse o Papa vendia tudo e ia embora".

Ou "as pessoas são sempre problemáticas. E os problemas são todos pessoais".

Ou ainda "o problema de ficar na fossa é que lá só tem chato".

Marise Rocha Morbach disse...

Concordo com ele, "o problema de ficar na fossa é que lá só tem chato", rsrsrs; é o meu caso ultimamente, rsrsrs. Vai fazer muita falta.

Marise Rocha Morbach disse...

Sem dúvida Silvina!

Edvan Feitosa Coutinho disse...

Marise, Millôr era também um super tradutor. Assim ele divulgou, entre outros autores, o poeta israelense Yehuda Amichai. É possível ler 5 poemas dele nste link da resviata Piauí:
http://revistapiaui.estadao.com.br/edicao-10/poesia/poesias

Marise Rocha Morbach disse...

Valeu Edvan, bj.