sábado, 29 de dezembro de 2007

Canção para fim/início de ano

Relógio, morre -
Momentos vão...
Nada já ocorre
Ao coração
Senão, senão...
Bem que perdi,
Mal que deixei,
Nada aqui
Montes sem lei
Onde estarei...
Ninguém comigo!
Desejo ou tenho!
Sou o inimigo -
De onde é que velho?
O que é que estranho?
Fernando Pessoa

4 comentários:

Cris Moreno disse...

Instruções para dar corda no relógio, como diria Cortázar:

São demais os perigos desta vida pra quem tem paixão.
Principalmente se uma Lua chega de repente
e se deixa no céu como esquecida...

E se ao luar, que atua desvairado,
vem se unir uma música qualquer
aí então é preciso ter cuidado
porque deve andar perto uma mulher...

Deve andar perto uma mulher perfeita,
de música, luar e sentimento...
E que a vida não quer de tão perfeita...

Uma mulher que é como a própria Lua...
Tão linda que só espalha sofrimento...
Tão cheia de pudor que vive nua...

São demais...

(Vinicius de Moraes)

Beijos, Gui... rsrs

Feliz Ano NOVO !

gui disse...

Este é um belo soneto do Vinicius, bem musicado pelo Toquinho. Um reparo no meu ultimo post: o penúltimo verso é de onde venho e não velho. mas vocês já devem ter corrigido.

citadinokane disse...

Ao Flanar:

______0___o__o__o0_0__o_o__0
_____0___o__o_o__0_0__o___o__0
____0_o___o___o__0_0___o___o__0
____00o0000o00o0o0_0o00o00oo0oo0
___o00o0o00000o000_00o0o00o0o00o0
___00000o000o000o0_000o000o0000o0
___0o00oo00o0o00o0__0000o0o0o00o00
___0o0o00000o00o0___000o0o0o0o0o00
____0o0o0000o0o0_____000o0o00o00o0
_____0000o0000________ 00o000o000
______0000000___________0000000
________00__________________00
_______00____________________00
______00______________________00
_____00_______TIM_TIM__________00
____00 FELIZ 2008______ _____ ___00
_000000________________________000000

Abraços,
Pedro

Francisco Rocha Junior disse...

Valeu, Pedro. Um maravilhoso 2008, com muitos brindes, para você também.