sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Folhas ordinárias

Tão cafajeste quanto a exibição de corpos retalhados, dilacerados ou ensangüentados, é a foto do sorriso debochado do marginal envolvido na morte do médico Salvador Nahmias nas páginas dos jornais diários da cidade.

Este tipo de imagem, que machuca e insufla desnecessariamente o ódio na população conflagrada pela violência que campeia em todo o Estado, também deveria ser alcançada pela ação movida pelo Estado, pela Sociedade Paraense de Defesa dos Direitos Humanos e pelo Movimento de Emaús contra os infelizes matutinos de Belém.

4 comentários:

Anônimo disse...

Se o marginal sorriu, a culpa é dos jornais???

Francisco Rocha Junior disse...

Você é uma gracinha, das 16:05hs. Estou me espocando de rir, por aqui.

Yúdice Andrade disse...

É triste propor um assunto importante e ter como retorno a incapacidade de compreensão alheia. Será que o sujeito quis provocar ou foi só tosco, mesmo?

Carlos Barretto disse...

É tosco!