quarta-feira, 25 de novembro de 2009

"Eles haverão de se achegar"

Do marqueteiro André Nunes, comentando o post O silêncio como opção.

Solidariedade não se pede, não se cobra. Aceita-se agradecido. E há muito a agradecer. Nunca vi tanta gente de blog e sem blog, manifestando-se contra a baixaria.

A cada vez que passeio pela web fico feliz. Penso comigo mesmo: é, desta vez os bons venceram. Os maus deram um tiro no próprio pé. Mas, porra! Sempre tem um mas, não dá para generalizar tanto, deve haver muita gente boa que não pode se manifestar, afinal, entre o céu e a Terra há mais merda do que pode sonhar a nossa vã filosofia. Não dá para subestimar o poder da espada de Dâmocles. Eles haverão, do bem que são, de se achegar.

Acredito que pela primeira vez a blogosfera do bem no Pará foi chamada às falas. E se posicionou à altura do chamamento. Até que foi uma motivação menor, mas serviu para alertar de que nem sempre tudo são flores. De repente, não mais que de repente, pode surgir uma nuvem em qualquer céu de brigadeiro.

Valeu pela galhardia.

André Costa Nunes

P.S. Não esquecer que sábado, 28.11, desta vez sem furos, haverá o III encontro Flanar aqui no www.terradomeio.com.br e, como sugestão, que tal convidar toda a raça de blogueiros ( pelo amor de deus, homens e mulheres, sem discriminação ), que, direta ou indiretamente faz com que a cagada de vocês seja o sucesso que demonstrou ser?

Nota do poster: já estão todos convidados para o III Flanar Encontro, que vai acontecer neste sábado, dia 28, no Terra do Meio.

Serviço:
III Flanar Encontro
Sábado, 28 de novembro, a partir das 12 h
Terra do Meio Restaurante Rural - BR 316, Km 10, Estrada do Uriboca Velha, No. 3000, Marituba/PA.
Para maiores informações, clique aqui

19 comentários:

Yúdice Andrade disse...

Sugiro um convite especial para a Franssinete Florenzano.

Anônimo disse...

Jogada de marketing de restaurante. E ainda tem que pagar a conta.

Anônimo disse...

O Flanar Encontro é boca livre?

Anônimo disse...

Tem couvert artístico prá ver vocês?

André Costa Nunes disse...

Faça-o.

Você tem autoridade para tal, afinal, a musa dos blogueiros não pode faltar.

Não vale esquecer a Marise, a Perereca, a Leyska, e tantas outras guerreiras que enfeitam a blogosfera.

andre

Carlos Barretto disse...

Anônima das 9:38, 9:44, 9:48.
Vcs são a mesma!
Impressionante sua capacidade de perder tempo. Coisa de larva mesmo. Publiquei para a galera ver a sua rasgação.
Aproveite. Serão as últimas.

Carlos Barretto disse...

Farei, André.
Com todo o prazer.

Abs

. disse...

FaloPorqueTenhoBoca. Presente!!!
Até sábado!

Lafayette disse...

Se raaassgueemmm!!!

Hoje tô lembrando muito do mestre. rsrsrs

Só vai dar "artista" mesmo por lá!

Fãs também são bem vindos, por isto é que vou lá... sou fã dos flanares.

*Estou, agora, escutando "Retalhos", na voz da Alcione.

Casa como uma luva nestes "o tempore o mores"

"A ginda da porta estandarte
O pingo de pingar do Santo
O homem que morre de enfarte
A reza que quebra o quebranto
O grito de gol na garganta
O herói na televisão
A falta de fome na janta
O gesto acressivo da mão

São coisas do mundo
Retalhos da vida
São coisas de qualquer lugar
Mas se eu fico mudo
Este mundo imundo
É capaz tentar me tentar mudar

A espera da moça do mangue
A mulher que faz um cochicho
O Crime lá do bang bang
No Cine da boca do lixo
O Velho mendido da praça
A Nega que nunca negou
O triste palhaço sem graça
No Circo que já desabou

São coisas do mundo
Retalhos da vida
São coisas de qualquer lugar
Mas se eu fico mudo
Este mundo imundo
É capaz tentar me tentar mudar

O anúncio do novo cigarro
O trânsito louco varrido
A moça que corre de carro
E tenta sonhar colorido
O triste retrato da morte
Estampa o jornal "O Dia"
Ao lado do riso da sorte
De quem ganhou na loteria

São coisas do mundo
Retalhos da vida
São coisas de qualquer lugar
Mas se eu fico mudo
Este mundo imundo
É capaz tentar me tentar mudar"

leitor de blog disse...

Flanar, minha primeira visita. Parabéns estarei sempre por aqui, como faço diariamente nos melhores blog do Pará como: Quinta Emenda, Perereca,CJK,Francinete,Val e outros, visito tbém aqueles que nada valem pois precisamos estar à par das atitudes do psicopata.
Mas nunca na hitória desse país se viu uma bicha tão indignada simplesmente por não ter sido convidada a um simples café da manhã e não poder fazer mimo a sua boneca Barbie.
Parabéns! Grande abraço.

Franssinete Florenzano disse...

Xiiii... Vou tratar de dar um jeito no compromisso assumido e me mandar pra Terra do meio no sábado.
Não posso perder esta oportunidade de conhecer pessoalmente cada um de vocês, abraçar o André, rever os que já conheço e ainda por cima comer muito bem, tudo temperado com o molho da boa conversa e da amizade. Muito obrigada pelo convite. Podem marcar aí: presente! Rrsrsrsrsrsrs...

Anônimo disse...

Em que pese a sua louvável atitude de meter a boca em relação às ofensas que todos os blogueiros do Pará estavam sofrendo do federal Pires Franco, é um pouco exagerada essa puxação de saco com a Franssinete, não?

Agora a moça parece ter virado santa. Parece que todo mundo esqueceu o quão direitosa ela é. Tudo bem que ser direitosa e puxar saco da direita é uma escolha legítima. Mas não se pode começar a tratá-la como uma grande revolucionária.

Agora já querem fazer dela até "convidada de honra" do encontrinho de amigos... tsc,tsc,tsc.

Ah, comentário com todo respeito, é claro!

Lafayette disse...

Se raaasgueeemmm!!!

Anônimo otário (eita, que vou começar o meu esporte predileto: xingar anônimo-covarde), seu babaca. Entre defender O Vic e a Franssinete, vou defender quem? A tua mãe?

"...direitosa...", foi isto que li? Pô, Flanares, o canalhocrata ainda ou é burro e ou não respeita a minha, a nossa, ignorância...

...abestado, até o reino mineral sabe que o Vic é "direitoso", e "direitoso" por "direitosa", fico a bela e inteligente jornalista Franssinete. réréré

Mas, ô cretino, queres participar de um "encontrinho de amigos", é só me dizer dia, hora e local, que vou lá... topas?

Bem, tirando o sarro com o abestalhamento do anônimo, vocês, Flanares, já perceberam que que a tchurma tem se raaaasgado toda quando o assunto é Vic?

Égua, nem pra Madona vi tanto assim!

Yúdice Andrade disse...

Não, anônimo das 16h48, seu comentário não é nada respeitoso. E, como todo ofensor, incorre em erros graves de origem. Ninguém endeusou a Franssinete. Eu, que fui o primeiro a sugerir a deferência especial, agi apenas diante do fato de que o deputado agressor mirou-a em particular. Ela é a vítima-mor das ofensas e por isso eu quis desgravá-la. É meu direito, não? Ninguém falou em revolucionária ou santa e, pessoalmente, já discordei de posicionamentos dela, que p. ex. aprova a administração tucana, o que está longe de ser minha opinião.
Veja bem, fizemos um convite privado. As contas não serão pagas pelo governo Ana Júlia e sim por nós mesmos.
E para as minhas comemorações, eu convido os amigos. Só os amigos. Algum problema com isso, cara pálida?

Anônimo disse...

Ô, Lafa, não xinga não.
Sou seu amigo!Vou desconsiderar as ofensas porque sei que vc tem raiva de anônimos (e com razão).

Não quis ofender ninguém. Só realmente fiquei surpreso com tanta puxação de saco com a jornalista (direitosa, sim senhor, cumpadi!).

Abraço pra vc, Lafa!
Quando te encontrar pessoalmente, eu me revelo.

Lafayette disse...

Ah, não! Anônimo-amigo acaba comigo... quebra a perna na altura do joelho! rsrsrsrs

Ainda bem que o amigo-anônimo sabe da minha raiva de anônimos em blogs.

Mas, olha só, vão umas dicas (bobas, que nem devem ser seguidas, mas, vamos lá):

a) esqueçe isto de "direita" e "esqueerda", tá "demodê";

b) esquele isto de "revolução", de "revolucionária", nem pequena, nem grande, e de carreto, esquele também, "proletariado", "comunista", "lumpemproletariado", "capitalismo selvagem", são expressões, digamos, fora de moda;

c) esqueça os "...inhos", o interlocutor fica puto, já que, normalmente, é pra ofender mesmo, além do que, se for direcionado para homem, o cabra pode lembrar de coisas desagradáveis, se é que me entendes. rsrsrs.

Ah, ainda és anônimo, e como sabes, não gosto de anônimos, então, vai te f..., quando te apresentares, pedirei-lhe desculpas, respeitosas, claro! réréré

No mais, conheço a Franssinete só pela web (conheci-a pessoalmente num dia muito ruim, muito rápido), mas acho que ela te responderia a crítica na boa, se você assinasse o escrito (claro, medindo um pouco aquelas expressões que falei).

No mais, outro abraço... por trás! réréré

(leve na esportiva, a vida já tá "meia na cagada" pra se ficar puto o tempo todo)

Anônimo disse...

Lafayette, qualquer coisa que vc diga eu levarei na esportiva. Conheço seu humor aloprado e gosto dele.

Esse negócio de "direita" e "esquerda" não existe na prática, mas existe nas entrelinhas sim, camarada. Existe nas posturas. Você sabe disso. E a moça em questão é toda da direita. Para mim, problema dela!

Estou impressionado é que um comentário de surpresa tenha causado tamanho rebuliço...

Quanto ao abraço por trás, quando eu me revelar pra você, verá que eu gosto disso, viu!
Para dar uma dica, sou militante do movimento LGBT, com orgulho.
E adoro ver vc raivosinho. Fica ainda mais charmoso.

Até!

E viva o debate.

Lafayette disse...

E eu, "como já te disse", já estou rindo antecipadamente! réréré

Ps.: Aí o "...inho" casou bem.

Ps.2: Melhor ser LGBTXYZ, do que AABB (putz, num sei porque falei isto, acho que tentei se engraçadinho - aqui, mais uma vez, o "...inho" cai bem).

Luiz Cláudio disse...

Aí Lafa, já reencontrou até um fã!hehehe
Vou começar tambem a postar, vai que.....