terça-feira, 28 de setembro de 2010

Conversa Afiada: A Globo NÃO É Você

Clique aqui para ler “Por que a Globo trocou o Serra pela Marina – ou a escolha de Lucia”.

Este Conversa Afiada já apresentou um “Manual do Golpe, ou a testemunha bomba do Ali Kamel”.

A primeira fase desta etapa final do Golpe, em sua 995ª. versão, é a manipulação do Globope e do Datafalha.

Saiu hoje, na primeira página, o Datafalha que o jornal nacional utilizará para tentar levar a eleição para o segundo turno.

O Datafalha, já se sabe, está fora da curva das pesquisas.

O Datafalha tem problemas de amostra.

O Datafalha entrevista mais eleitores do Serra do que da Dilma.

Entrevista por telefone.

E há duvidas sobre se entrevista os eleitores ou se os submete a uma sessão de tortura.

O Datafalha anabolizou o Serra até onde pode, ajudou a destruir a candidatura presidencial do Aécio, e, só depois, sob a pressão da Vox e da Sensus, entrou “na linha”.

O Datafalha volta hoje a sair da “da linha”.

Ele não tem nada a ver com o que diz, todo dia, o tracking da Vox.

(Ou seja, Dilma tem 49 contra 37, soma do jenio com Bláblárina…)

Mas, isso não tem importância.

O Datafalha não é para medir a intenção do eleitor.

O Datafalha é para municiar o jornal nacional do Ali Kamel.

E para dar o Golpe.

Como dizia o Caetano, antes de trabalhar para a Globo: assisto ao jornal nacional não para saber o que aconteceu, mas para saber o que o jornal nacional quer que eu pense que aconteceu.

Agora, é tudo ou nada !

Levar a eleição para o segundo turno e, lá, como Lázaro, o jenio ressuscitar.

O interessante na “pesquisa” do Datafalha é que o jenio, “a elite da elite”, transformou-se num ser inanimado.

Clique aqui para ler “E diziam que ele ia virar nos debates”.

O Datafalha registra a fantástica experiência de uma “onda verde”, sob a liderança de uma candidata que não consegue articular três idéias além do óbvio, a Bláblárina Silva.

Um Tiririca de rico.

Será, como diz o amigo navegante, a “candidata laranja”: se levar a eleição para o segundo turno, quem disputa é outro.

O Datafalha registra hoje um fenômeno inaudito, se comparado com o que acabou de dizer o Marcos Coimbra, da Vox, para quem a “Dilma vence de Norte a Sul, de Leste a Oeste”:


Hoje, Dilma lidera em todas as regiões do país, jogando por terra as análises que imaginavam que as eleições consagrariam um fosso entre o Brasil “moderno” e o “atrasado”. Era o que supunham aqueles que leram, sem maior profundidade, as pesquisas, e acreditavam que Serra sairia vitorioso no Sul e no Sudeste, ficando com Dilma o voto do Nordeste, do Norte e do Centro-Oeste. Não é isso que estamos vendo.

Ela deve vencer em todos os estados, em alguns com três vezes mais votos que a soma dos adversários. Vence na cidade de São Paulo, na sua região metropolitana e no interior do estado. Lidera o voto das capitais, das cidades médias e das pequenas. É a preferida dos eleitores que
As pesquisas dão a Dilma vantagem em todos os segmentos socioeconômicos relevantes. É a preferida de mulheres e homens (sepultando bobagens como as que ouvimos sobre as dificuldades que teria para conquistar o voto feminino), de jovens e velhos, de negros e brancos. Está na frente entre católicos, evangélicos, espíritas e praticantes de religiões afro-brasileiras.

Vence entre pobres, na classe média e entre os ricos (embora fique atrás de Serra entre os muito ricos). Lidera entre beneficiários do Bolsa Família e entre quem não recebe qualquer benefício do governo. Analfabetos e pessoas que estudaram, do primário à universidade, votam majoritariamente nela.

15 comentários:

Anônimo disse...

Ei cara, vc já percebeu que tá falando sozinho nesse blog ? Qual é seu medo de um segundo turno ? Parece doido !!!!!!!!!!

Itajaí de Albuquerque  disse...

Sozinho não, ou por acaso você é algum robô tucano? Rsrsrsrs.

Anônimo disse...

Boa , anonimo das 3:24.
Esse Itajai parece doido, né não ..rsrsrsrs
Sempre falando sozinho, ahahahaha
Égua, mano, sái prá lá !

Rz disse...

Sozinho? Mas quando Anônimo das altas horas!
Essas postagens do Itajaí são tão bacanas e úteis que muitos de nós a utilizamos para a parte "virtual" de nossa militância pró-PT!
Itajaí,muitíssimo obrigada!
Abs cordial,Rz

Itajaí de Albuquerque  disse...

Rz,
Começo por ti, agradecendo. De fato, nós brasileiros precisamos desfulanizar a política. O que aqui está em jogo não é Dilma, não é Serra, nem a Marina, nem o Plínio. Claramente o que está em jogo aqui é um projeto de sociedade, filtrado a partir da concepção ideológica do PT, do PSDB, do PV e do PSOL.
É incrível o quanto é longevo essa estratégia de fulanizar a política, apesar de todas as lições que o povo tem tomado na cabeça.
Por exemplo Belém: usando da fulanização, fizeram a cabeça do povo para votar em Duciomar e o povo embarcou feito pato, não distinguindo a importância do projeto que ali estava em curso, trocando-o por nada, absolutamente nada, pois dele nada se tira senão as tragédias do dia a dia que penaliza tanto a pobres quanto ricos.
Mas continuam aí.
Pelo menos dois dos que escrevem para me fustigar (às vezes com insultos impublicáveis) são do meio de comunicação. Um deles foi meu colega de escola, tem talento, mas se presta para esse tipo de cafajestice.Talvez o tempo dele seja precioso demais, mas até por isso mesmo deveria gastá-lo na altura que o julga.
Abs.
Itajaí

Itajaí de Albuquerque  disse...

Anônimo do Anônimo:
O Flanar é um blogue plural no seu modo de ver a vida; quer pela visão dos seus 8 representantes ou dos frequentadores que nos tem honrado com suas 315 mil visitas em 4 anos e meses de existência.
No último domingo, presumo (o Barretto emende se estiver errado), tivemos atipicamente mais de 400 visitas e talvez seja isso que motive tuas intervenções pueris.
Mas não encane. Aqui todos tem igual oportunidade de apresentar suas idéias e defendê-las como fosse uma tribuna. Eu defendo o Partido dos Trabalhadores e, por consequência, Lula e agora Dilma. Quem discorde, se tem outra preferência ou nenhuma, tem igual direito de fazê-lo e continuo respeitando-os.
Entretanto, anônimo do anônimo, na minha tribuna mando eu e os 75% dos que aprovam o governo Lula. Você, contudo, por ser minoria não ficará falando só. Aqui sempre haverá espaço para quem queira concordar ou discordar de mim, desde que o faça com educação, de forma contributiva e com o mesmo respeito que trato nossos leitores e comentaristas

José Carlos disse...

Falou e disse, Itajaí... Deixa eles falarem sozinhos, os anônimos sem coragem de se identificar. Um abração. Lula Lá e Dilma Já!!!

Carlos Barretto  disse...

Itajaí nunca esteve sozinho em nenhum momento. Quem está sozinho é o "profissa" que aparece aqui pra tão somente encher o saco. Com sinais de desespero gradual, vindos de um mesmo insistente IP.
Tsc, Tsc, Tsc

Itajaí de Albuquerque  disse...

O Chico criou aquela genial distinção entre a voz do dono e o dono da voz. Aqui assistimos algo parecido; daí porque o IP único.

Anônimo disse...

Ei Itajaí, será que a fulanização não está fazendo a nossa cabeça para votarmos em Dilma?

Anônimo disse...

Eu voto que o Itajaí está falando só ou em minoria.

Itajaí de Albuquerque  disse...

12:30. Estará se você pensar a política por esse modo e não ponderar o conteúdo programático dos partidos. Esse é o "x"da questão.

Renato disse...

Tudo bem. Mas isto é válido para voce, para mim, para o Barreto, ou seja, pra quem tem consciencia critica dos fatos, que sabe fazer uma leitura critica.
Mas e a grande maioria dos brasileiros?
Eu vejo que a propria Globo ajudou a fazer a fulanização de Dilma. Dois anos antes da eleição eles já falavam que ela ia ser candidata do Lula. Agora tentam derrubar.

Itajaí de Albuquerque  disse...

Renato,
A Rede Globo sempre fulaniza. Ela sempre fulanizará; do Programa da Ana Maria Braga ao Fantástico, das novelas ao Jornal Nacional, porque esse é o método mais fácil para ela manter o poder midiático que possui. Imagina o Merval Pereira discutindo programa e resultados de políticas públicas. Coitado, acho que ele teria a síndrome de pânico no ar.
Se você tiver interesse maior sobre o poder da mídia no Brasil, baixe da internete o documentário "Muito além do Cidadão Kane". Ele está disponível em arquivo rar e torrent. A Rede Globo impediu na justiça a veiculação e a venda ao público desse documentário que a disseca como um anatomista faz com um sapo. A Band outro dia ameaçou levar ao ar, mas a Globo novamente impediu.

Rz disse...

Olá, Itajaí.
Quando comecei a votar já se tinham passado muitos anos em que eu militava politicamente mas não tinha direito de votar. Daí que me acostumei a não "funalizar" mesmo se reconheço o poderoso valor simbólico de certas lideranças políticas. Daí, também, saber reconhecer a diferença abissal existente entre líderes políticos admiráveis como por exemplo, Lula e Arraes (só lembrando desses dois) e tantos outros como FHC, Alkmin, Serra, Jatene, Almir Gabriel, Jáder, Roriz, Iris Rezende, ACM!
Lideranças políticas verdadeiramente democráticas se constroem muito além de arranjos políticos amarrados a questões que envolvam interesses meramente pessoais ou de determinada classe social ou, ainda, que sejam alimentados por preconceitos atávicos (vide todo o debate sobre a redistribuição de terras e de renda em nosso país; sobre a questão de cotas, as questões bioéticas, aquelas atinentes à regulamentação da Internet, aos direitos dos homossexuais etc).
Outra coisa, nunca neguei ter uma ideologia. Todos nós temos, até quem teima em dizer que não tem... A partir dessa última constatação, também tenho aprendido a argumentar recorrendo a fatos e à interpretação dos mesmos quando confrontados à realidade. E é o que você está fazendo aqui, Itajaí e, pelo visto, alguns de seus leitores se recusam a compreender isso. Caros anônimos de baixas ou altas horas,se aborrecer é o de menos!
Mais uma coisinha: não funalizar, ter consciência plena de minhas opções ideológicas, saber argumentar, todos esses fatores estão me valendo muitos votos pró-PT e para seus candidatos.
É isso aí!
Abs cordial, Rz