sábado, 26 de novembro de 2011

Aposenta, Rubinho!



Quando Rubens Barrichello ganhou o campeonato da Fórmula 3 Inglesa, em 1991, aos 18 anos, eu ousei fazer uma profecia ao meu amigo Franz, um fanático por automobilismo: "grave este nome - Barrichello será o sucessor de Senna!", exclamei em bom tom.
Somente anos depois, ainda na década de 1990, Franz me deu o troco, replicando: "rápido ele é, mas nunca vi ninguém falar tanta tolice. Que idiota!", numa tradução livre do alemão.
Vítima da pressão de todo o nosso país, catalizada pela Rede Globo e sua "verdade paralela", Rubinho venceu corridas (lembro de 2 ou 3 extraordinárias), foi vice-campeão por dois anos, e acabou se confirmando como um ótimo piloto, mas sem perfil de campeão.
É o recordista de participações em corridas (325), tem 11 vitórias e 68 pódios, sendo portanto um piloto de respeito.
Arrastando-se há duas temporadas numa equipe decadente, a Williams, Barrichello insiste em correr por mais um ano, e para tal não nos poupa ao protagonizar entrevistas patéticas, clamando por patrocínio e evocando até a fé, na busca por um cockpit para 2012.
Talvez aí resida o problema básico de Rubens Barrichello: o perfil de chorão, de reclamão, do eternamente injustiçado, da vítima perene do programa televisivo Casseta & Planeta.
Somente em 2011 ele contratou um acessor de imprensa (apesar de milionário, sua fama de pão-duro é muito grande), após 18 temporadas falando bobagens.
O estrago, portanto, já estava feito: Rubinho jamais se transformou em Rubão, e eu me demiti do cargo de profeta.
Finalmente, em nome dos amantes da Fórmula 1, peço com clamor: aposenta, Rubinho!

PS: Felipe Nasr - gravem este nome, pois será o próximo Senna...

4 comentários:

Alan Souza disse...

Scylla, hoje veio uma galera almoçar aqui em casa. Reunião dos nortistas e nordestinos em Brasília. Uma piauiense, um maranhense, um cearense e um amazonense, na nossa casa paraense, peixe frito com farinha na mesa!

Comentei com eles sobre seu post "aposenta, Rubinho", enquanto assistíamos a F-1. Todos concordaram incontinenti com você!

Scylla Lage Neto disse...

É, Alan, o nosso Rubinho será apanhado pela aposentadoria compulsória...
Abs.

PS: peixe frito no DF durante o GP Brasil? belo programa!

Alan Souza disse...

Peixe frito com cerveja, durante o GP, realmente um belo programa. O peixe foi badejo, pois pescada aqui é raridade, e quando se acha é mais caro que salmão e bacalhau...

Scylla Lage Neto disse...

O pior de tudo, Alan, é que só teremos F-1 no final de março de 2012.
Temos que achar outro bom motivo para o peixe frito, até lá.
Um abraço.