quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

A primeira tabuada


As reações foram variadas. Algumas de sarcasmo, outras de saudosa lembrança, nenhuma irada. Mas quase todos, reagiram de alguma maneira, a esta singela imagem que compartilhei ontem no Facebook. 
Afinal, a primeira tabuada, ninguém esquece.

5 comentários:

Alan Souza disse...

Rapaz, eu estudei muito por isso aí, mas não teve jeito de eu aprender tabuada. Sou um zero à esquerda em matemática.

Também usei muito caderno de caligrafia - o que também não ajudou, minha letra é pior do que hieróglifo.

E lembro ainda da Cartilha Paraense Poranga Jucá...

Scylla Lage Neto disse...

É impressão minha ou o nosso Charlie Barretto anda meio saudosista?!...
Abs.

Carlos Barretto  disse...

Alan
Vou procurar algum daqueles cadernos de caligrafia. Quem sabe não encontro alguma imagem deles.

Scylla
Hehehehe

André Batista disse...

Pensem numa raiva que tinha quando usava ISSO. rsrsrs

Andrea filha do Pedro do Fusca disse...

Vi alguns comentarios no facebook.

A tabuada me faz lembrar da Professora Alice, professora particular que dava aulas nos fundos da casa dela la na Generalissimo perto da Conselheiro. Das reguadas que a gente levava nas pernas quando erravamos a tabuada. So levei uma vez... fiquei com uma boa marca vermelha na coxa. Nem contei em casa, com medo de levar uma bronca e fui logo estudar para nao levar mais nenhuma.

Acho que na verdade, é melhor falar: A PRIMEIRA TORTURA A GENTE NUNCA ESQUECE :))