segunda-feira, 11 de setembro de 2006

Cinco anos do imponderável



NYC - Ground Zero. Foto: Vincent Laforet, The New York Times .

Há cinco anos, o mundo assistia estarrecido pela televisão aquilo que se achava imponderável. E o RD nos lembra sobre o fato.

O fanatismo religioso e político levado ao extremo resultou na morte de mais de três mil pessoas em 11/09/01 nos EUA, no maior ataque terrorista da história. Hoje, cinco anos depois, as marcas do evento permanecem vivas na memória de todos.

Mas não só as marcas emocionais.
Em Nova Iorque, num lugar que os americanos convencionaram chamar de ground zero, um enorme buraco, feito uma grande ferida no downtown, permanece até hoje.
E o The New York Times traz hoje uma extensa reportagem sobre tudo o que aconteceu desde o dia 11 de setembro até os dias atuais. Intitulada The Hole in the City's Heart (O Buraco no coração da cidade, em tradução livre), a matéria tenta explicar sobre as razões de após 5 anos o ground zero permanecer exatamente como está: um grande buraco no coração de Nova Iorque.

There were developers, architects, politicians, insurers, community residents, relatives of Sept. 11 victims and multiple competing government entities. “Too many cooks,” Mr. Whitehead (the former chairman of the Lower Manhattan Development Corporation) said. And they all viewed ground zero differently.

Existem inegavelmente muitos corações querendo dar um destino ao ground zero. E isso, pode levar a idéia de reconstrução do lugar a se arrastar por mais 5 anos? Quem saberá.

2 comentários:

Nati Depp disse...

Es increible que hayan pasado 5 años!! Poco dificiles de olvidar para muchos, es un dato muy remarcado. Solo puedo decir que a pesar de tanto tiempo el recuerdo está siempre vivo.
Saludos.

Flanar disse...

Si, amiga. El recuerdo está siempre muy vivo. Gracias por tu visita a este blog.