domingo, 17 de fevereiro de 2008

Amplia-se o choque da Operação Flagelo

Um dos 2 médicos presos na operação da PF, listados aqui, foi meu colega de curso secundário no NPI da UFPa e acompanhou-me também no curso superior. Apesar de sua modesta origem, digamos, era pessoa excepcionalmente estudiosa, estando entre os primeiros lugares no vestibular para Medicina e por isto mesmo, muitas alegrias deu a sua família, que muito comemorou sua graduação no curso.

Ao contrário do outro, este não tem cabelos brancos, deve estar mais ou menos com 46 anos e longe de aposentar-se da função de perito do INSS. Seu envolvimento em fraudes contra o INSS, se conprovado, trará mais consternação e desagradável surpresa à categoria e principalmente à sua modesta família.

4 comentários:

Anônimo disse...

A questão é que nada foi provado ainda ... e a PF mais uma vez fez seu shouzinho pirótécnico.. chamou a imprensa pra mostrar que mata a cobra e mostra o pau... O bom seria que da mesma forma agisse quando restasse provado que em alguns casos els não tinham provas tão robustas assim e dentre os presos existissem inocentes... Chamassem a impresnsa e dissessem: "Olha caros telespectadores esse aqui é inocente foi erro na condução das investigações".. como ocorreu no caso a Operação Caronte, onde alguns entraram de laranja.. O problema é: mesmo que isso acontecesse, jamais apagaria o trauma vivido pelo servidor e seus famíliares, atingindo em grau maior os filhos ao verem seus pais algemados.. e pergunto algemas pra que.. a PF acha que alguem ia resistir ou tentar engendrar uma fuga diante de policiais tão fortemente armados... Não sou contra a ação da PF em apurar as fraudes existente no INSS ela deve existir sim mas precisa de tanto holofote? Chamasse pra prestar esclarecimentos ou melhor depor...

Flanar disse...

De fato, vejo muito alarde nestas operações da PF. Mas como vc, torço para que sejam acompanhadas de verdadeira e inequívoca justiça.
E rezo para que meus amigos não se envolvam em patifarias.
Por eles e pelas suas famílias.

Anônimo disse...

A verdade provara as arbitrariedades da operaçao flagelo. Leva-se anos para construir uma carreira e em fraçoes de segundos a força bruta destroi. Estou forte e meus amigos me acompanham na certeza de que as injustiças serao reparadas. Pena que tudo levara anos na morosidade judiciaria .

Anônimo disse...

Parece brincadeira de gato e rato. Já está demonstrado nos autos que os fraudadores da previdência são seres de dentro do próprio INSS e de pessoas que nada tem haver com a medicina. Espero anciosamente pelo fim dessa novela e que se digne seja expedida a devida retratação por parte da justiça. Já se aproxima o segundo ano dessa morosidade judiciária. Conforta-me dizer que já conseguimos tirar de circulação 02 falsários de laudos médicos . Um deles foi preso há muito tempo quanto passava-se por médico no HPSM Mario Pinoti e o outro atuava no HPS do Guamá.Estou fortalecido pelo companheirismo da classe médica.Obrigdo colegas.