quinta-feira, 12 de junho de 2008

iPhone 3G: depois da tempestade...

...às vezes, vem a temperança, não necessariamente, a bonança.

Cessada a farra em torno do lançamento do iPhone, começam a surgir algumas dúvidas quanto a alguns produtos e principalmente a política de preços da Apple.
Após o terremoto provocado pela módica quantia de 200 dólares por um iPhone 3G de 8 gigabytes, que tem grande valor associado por ser ao mesmo tempo telefone móvel, câmera de 2 megapyxels, GPS e mp3 player, o que fazer com o iPod Touch?
Afinal de contas, ele é um iPhone sem grande parte de seus recursos e neste exato momento, sua versão mais modesta (com os mesmos 8 gbytes) custa 300 dólares!

É um momento delicado. Deve haver algum plano ainda não revelado e por esta razão, ao menos por enquanto, aos potenciais consumidores, recomendamos que aguardem um pouco mais antes de pensar em adquirir os Touch. Pela mesma razão, se eu fosse morador de alguns dos 22 privilegiados países que terão o iPhone 3G a partir de 11 de Julho (Brasil só no segundo semestre), talvez tivesse alguma cautela antes de botar a mão na carteira. Muito embora, talvez não "ponha minha mão no fogo" por isso. O produto é realmente muito atraente.

A PC World BR alinhou algumas outras perguntas sem resposta que cercam o lançamento do iPhone 3G. E lendo o artigo, encontramos algumas pistas.

2 comentários:

Renato disse...

OU SEJA, APÓS A TEMPESTADE VEM A GASTANÇA

Flanar disse...

A Apple é muito criticada por isso, Renato. Daí por que cautela é importante na hora de botar a mão no bolso.