domingo, 27 de fevereiro de 2011

Morreu Benedito Nunes

Foto: Luiz Braga

Vou levar para a outra vida uma das maiores frustrações desta: a de nunca ter ouvido Benedito Nunes falar em público.

Neste domingo triste, o filósofo paraense, orgulho da nossa terra, faleceu. Paz à sua alma.

2 comentários:

Val-André Mutran  disse...

Seu livro "Introdução à Filosofia da Arte" quebra com um brilhantismo assustador a linguagem hermética filosófica sobre o tema.

Mas, Benedito Nunes avançou à patamares muito difícies de serem igualados.

Um homem de bem, sereno, e nessa foto que o Francisco escolheu; passa com maestria o sorriso de um ser humano com espírito moleque traquino que, como a lenda nos ensina: recobre de ouro tudo o que toca.

Um dia triste para nós, simples mortais. Mas, alegre, visto que sua energia vibrante, reberverará por todo o sempre na história – com sua monumental obra – da civilização humana.

Descanse em paz guerreiro e nos ilumine donde estiveres.

Homem do Norte disse...

Francisco,
Eu vi o Bené passear em "Grandes sertão: veredas". Isso mesmo, não foi palestra e sim passeio literário, uma espécie de flanar. Mas a minha frustração foi maior que a sua. Meu filho, João Pedro, de 17 anos, tinha uma admiração platônica por ele, era louco para conhecê-lo. Eu havia prometido apresentá-lo... fFiquei devendo.