domingo, 6 de janeiro de 2013

Opinião

---------------------

O NOVO GOVERNO ZENALDO É VELHO

Por Flávio Nassar

O novo governo municipal só não pode ser acusado de novo, de inexperiente. Ele é composto, em parte, por integrantes do mais competente grupo técnico que a burocracia estatal paraense formou. Sua origem remonta ao IDESP, entregue por Aloísio Chaves para Fernando Coutinho Jorge.  Coutinho, recém  chegado do ILPES-CEPAL, criou o sistema e a Secretaria Estadual de Planejamento. De lá saíram para a política o próprio Fernando Jorge, depois prefeito de Belém, senador e ministro; Jatene, senador, governador, governador.... e um grande número de secretários de estado ou municipais; e diretores de estatais. Eu, recém formado, transferi-me do IDESP, canoa a afundar, e  fui viver esta aventura "cepalina", até ser abduzido pela Alma Mater UFPA. Se fizerem as contas, tirando o Gutão, o Zenaldo é um dos mais novos da equipe.  Em suma, é o pessoal que entende e fez a máquina estadual e do município de Belém,  funcionar nos últimos 30 anos. 
Se não mudaram o mundo? 
Bem, isso aí, já é outro papo...
Mas é fato, que sem essa turma na burocracia estadual ou no município de Belém, vacas costumaram frequentar assiduamente a região brejeira. Não tem só gente especialista em negócios de Estado: Zenaldo recebeu do andar de cima vários "sobrinhos do Papa", 
alguns bem enroladinhos, que em pontos cardeais vão cuidar de outros negócios.......
Resumo da ópera: nada do voluntarismo  aventureiro petista, nem do populismo safado de Duciomar, profeta renegado do Antigo Testamento pessedebista. Teremos um governo moderado tipo canja de galinha, sem grandes ousadias; a não ser que o governo do estado resolva bater na mesa e fazer a integração do sistema transporte metropolitano, e o federal não atrapalhe.
O artigo 317 do Código Penal Brasileiro será magoado dentro dos padrões recomendados pela Organização Mundial de Saúde, que alias já é incorporado ao modus vivendis da cultura nacional.


-------------------------------

6 comentários:

Maick Costa disse...

Texto mais sensato que li sobre o novo secretariado do novo prefeito. Sem paixonites para um lado ou para um outro.

Prof. Alan disse...

Em suma, é o pessoal que entende e fez a máquina estadual e do município de Belém, funcionar nos últimos 30 anos.

Mas como assim? Dizer que esse pessoal "fez a máquina funcionar", diante da situação caótica de Belém? Trânsito em colapso, ruas esburacadas, sujeira pra todo lado, baixadas abandonadas, violência absurda, corrupção galopante, nenhum planejamento nem de médio, que dirá de longo prazo...

"Fez a máquina funcionar"? Nossa, imagine se não tivesse feito, era a barbárie completa...

Marise Rocha Morbach disse...

Concordo Prof. Alan: fez a máquina funcionar? Como assim?

Erika Morhy disse...

Fico, no mínimo, com Prof. Alan...

Edyr Augusto Proença disse...

Flávio é meu amigo, concordo com quase todas suas opiniões, mas ver nosso Estado e nossa cidade com os piores índices nacionais, alguns internacionais em qualquer categoria, joga no fundo toda essa equipe, seja de que lado for. Nossa elite é uma elite de merda, egoísta, que estuda, aprende, viaja e só quer saber de coisas que trazem lucros pessoais.

. disse...

Eu tenho 32 anos. Cresci ouvindo história da Belém que "já teve" e "já foi". E eu não estou falando do tempo da borracha.
Se esse povinho é os responsável pela cidade dos últimos 30 anos, é a ele que devo atribuir tudo que não tive o prazer de ter e viver na cidade onde nasci?

Obrigada pelo esclarecimento, caro Flávio!

Ah, e vale ressaltar uma tremenda incoerência na sua análise muito bem intencionada. Se dizes que eles fizeram "a máquina andar nos últimos 30 anos", como absolvê-los dos "pecados" cometidos por Duciomar nos últimos 8 anos?